PLACAR

Bia reencontra Swiatek e Wild encara Hurkacz

Perth (Austrália) – Depois de duas boas apresentações na noite da sexta-feira local, em que venceu a 48ª do mundo Sara Sorribes e não decepcionou nas duplas mistas, Beatriz Haddad Maia tem seu primeiro grande desafio da temporada 2024: às 6h deste sábado (de Brasília), cruzará novamente o caminho da número 1 do mundo Iga Swiatek.

Bia obteve uma memorável vitória sobre a polonesa nas oitavas de final de Toronto, onde depois chegaria na sua primeira grande final da carreira, e sofreu o troco em outra excelente exibição nas semifinais de Roland Garros de 2023, em que por muito pouco não levou o duelo ao terceiro set. Swiatek conquistaria dois dias depois o tricampeonato em Paris.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

“Apesar de meu ranking novamente ter terminado como número 1, vive uma temporada muito diferente em 2023 do que a anterior”, analisou Swiatek ao site da WTA. “Tive muitos altos e baixos e complicações que precisei lidar. Ganhar Cancún sob a pressão de recuperar a liderança me deu muita confiança. Aprendi mais sobre mim mesma”.

Com novas posturas táticas, Bia teve uma apresentação muito agressiva contra a espanhola Sara Sorribes. Usou muito mais o trabalho de pernas para fugir do backhand e achou posição perfeita para concluir pontos com excelentes bolas cruzadas. Por vezes, ainda preferiu a paralela e, em outras, deu ótimas curtas. Também forçou subidas à rede com ótimos lances. Saiu de quadra com 23 winners, dos quais 21 de forehand.

Caso vença Swiatek pela segunda vez, Bia também somará 55 pontos no ranking e já sairá da United Cup com 90 pontos. A chance de o Brasil ainda se classificar para as quartas de final da competição depende de vitória sobre a Polônia e depois torcer para que a Espanha também o faça. Há ainda dois lugares reservados para os dois melhores segundos pontudos de cada grupo.

Depois de Bia, o paranaense Thiago Wild tem uma missão difícil, já que enfrentará o atual número 9 Hubert Hurkacz, que é um especialista em pisos mais velozes. Os dois nunca se cruzaram. Na sexta-feira, Wild só jogou bem no primeiro set, perdendo depois completamente a consistente, a ponto de perder os sete últimos games para o número 26 do mundo Alejandro Davidovich Fokina.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE