PLACAR

Beach: definidos os primeiros campeões do BT 50 de Petrolina

Renzo Amâncio e Lorenzo Carazo. (Foto: Maurício Nunes / Fotografia do Esporte)

Petrolina (PE) – Os primeiros campeões do EMS Open de Beach Tennis, competição realizada em Petrolina, foram definidos na noite desta terça-feira,. O primeiro torneio disputado foi o BT 50 com premiação de US$ 4 mil (R$ 21 mil), dando 50 pontos no ranking mundial.

Na chave masculina, o título ficou com os principais favoritos Renzo Amâncio, natural do Guarujá (SP), e Lorenzo Carazo, de Uberlândia (MG), que superaram a dupla do venezuelano Eduardo Garay e do catarinense Mateus Belo por 7/6 (7/5) e 6/1. Eles já haviam batido a dupla do atleta local Caio Farias com o bicampeão mundial Antomi Ramos, na semifinal, por 4/6, 6/2 e 10/3.

Após um ano jogando junta, a dupla faturou o primeiro título e Carazo o primeiro de sua curta carreira. “Foram três jogos muito difíceis, demoramos a acostumar com o vento. Nível é muito duro, exige muito físico e mental. Conseguimos desempenhar nosso melhor no final. Meu primeiro título, é muito bom. Sonhava há muito tempo com várias finais de BT 50, de BT 10, tirei a zica. Eu e Renzo batalhávamos há muito tempo, queríamos muito”, celebrou Carazo, de 21 anos.

Amâncio somou sua oitava conquista, a primeira desde agosto. “A comemoração foi um grito de campeão que queríamos que saísse há muito tempo. Tive com outros parceiros. Com o Lorenzo, tive bons resultados em torneios grandes, mas sempre sem ganhar título.Graças a Deus saiu o título após muito esforço trabalhando a dupla. Agora é comemorar um pouco e vamos com tudo para o BT 400 na quinta-feira”, destacou Renzo, de 22.

Isadora Trusz, à esquerda, e Julianna Martins. (Foto: Isadora Trusz e a paulista Julianna Martins )

Na chave feminina, a gaúcha Isadora Trusz e a paulista Julianna Martins ficaram com o troféu, superando na final as venezuelanas Andrea Colavita e Gabriela Anzola por 6/2, 4/6 e 10/7. “Muito bom começar vencendo aqui. Foi difícil: começamos jogando bem; no segundo, diminuímos a energia e elas vieram muito bem e no super tie-break entramos renovadas”, disse a gaúcha, que está pela primeira vez em Petrolina. “A EMS Arena é muito legal, aqui é bem quente, mas a estrutura do evento está muito legal. Agora, vamos com tudo ao BT 400.” É o primeiro título da dupla, o 12º de Isadora, de apenas 20 anos, e o oitavo de Julianna.

Além do BT 50, o dia teve o Consolation, que dá pontos no ranking e oportunidade para os que caíram cedo na chave do evento. Os campeões foram Evandro Rosindo e Lucas Lima, no masculino, e Elaine Branco e Gabriela Martins, no feminino.

O principal torneio, o BT 400, com premiação de US$ 35 mil, começa nesta quarta-feira, com o qualificatória que definirá as últimas oito vagas no masculino e no feminino.

Ex-número 1 do mundo busca vaga na chave principal – Destaque para Vinicius Font, ex-número 1 do mundo, primeiro não-italiano a liderar o ranking, em 2014, que atuará ao lado de Guilherme Lima.

Além dele, as duplas com pernambucanos formadas por Pedro Barros/ Antonio Neto, Rafael Braga/ Paulo Macedo, Thiago Da Fonte/ Carlos Lobo, Lucca De Pompei/ João Iamauti, Toni Barbosa/ José Iamauti jogam o quali masculino e as duplas com pernambucanas Ramayana Leite/ Marina Mesquita, Beatriz Valerio/ Laura Amorim e Isadora de Almeida/ Aline Takakura.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE