PLACAR

Badosa diz que Tsitsipas tem potencial para ser nº 1

Foto: Manuela Davies/USTA

Nova York (EUA) – Afastada das competições por causa de uma fratura por estresse em uma de suas vértebras, espanhola Paula Badosa encerrou mais cedo sua temporada de 2023, mas não se afastou completamente do circuito, seguindo de perto o grego Stefanos Tsitsipas. Em entrevista para a CLAY, ela demonstrou sua confiança no namorado, que tem potencial para ser número 1 do mundo.

“Ele é um lutador, tem variedade no jogo. Ele é um potencial número 1, facilmente. É um dos melhores tenistas do mundo, mas acho que ainda não atingiu o limite. Tem muito por dentro e tenho certeza que veremos muito mais no futuro”, afirmou a espanhola de 25 anos, que atualmente ocupa a 48ª colocação no ranking da WTA.

Badosa confirmou que viajará pelo circuito com o namorado enquanto se recupera. “Esse é o meu plano. Eu quero estar com ele tanto quanto ele quiser. Temos um relacionamento incrível, antes de tudo somos melhores amigos. Quando minha reabilitação e recuperação começarem, voltarei para casa”, explicou a ex-número 2 do mundo.

“Minha lesão não está boa no momento. Leva tempo para se recuperar de uma fratura por estresse e é um processo longo. Espero estar pronta em janeiro. Neste momento não devo mexer porque é a coluna e é muito delicada. Espero poder estar saudável o suficiente para estar no Australian Open e jogar nas duplas mistas com Stefanos”, contou a espanhola.

Além de jogar mistas com o namorado, ela sonha com o dia em que os dois possam vencer um Grand Slam ao mesmo tempo. “Espero que um dia possamos realizar esse sonho. Nós dois trabalhamos muito, mas ao mesmo tempo tentamos nos divertir fora da quadra. Seria incrível e vamos lutar por isso, vamos ver se os sonhos se tornam realidade”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Reveja os melhores lances da final masculina de Wimbledon

Momento histórico: Hewett completa o Slam em Wimbledon

PUBLICIDADE