PLACAR

Australian Open Junior Series South America confirmado no Rio em outubro

Rafael Westrupp, André Sá, Craig Tiley, Michele Schifino e Pablo Robledo (Foto: Divulgação)

Florianópolis (SC) – Após dois anos de sucesso, o Australian Open Junior Series South America tem mais uma edição confirmada no Brasil. O torneio reunirá, de 19 a 24 de outubro, os melhores tenistas até 16 anos do continente e concederá wild cards (convites) aos campeões para a chave principal do Grand Slam juvenil. O anúncio foi feito pela Confederação Brasileira de Tênis (CBT), Confederação Sul-Americana de Tênis (Cosat) e Tennis Australia durante Roland Garros, em Paris, e colocará novamente o torneio na Rio Tennis Academy, no Rio de Janeiro.

Durante o lançamento da competição, a CBT e a Cosat ainda prestaram uma homenagem de agradecimento ao CEO do Australian Open, Craig Tiley. O evento teve a presença de diversas autoridades e patrocinadores do tênis mundial, como o presidente da Tennis Europe, Henrik Pedersen; o presidente da Federação Suíça, René Stammbach; a diretora de relações internacionais de Roland Garros, Nathalie Dechy; a gerente de comunicação da Engie Brasil Energia, Michele Schifino; os membros do Conselho da ITF, Philip Mok, Roger Davis, o presidente da Federação Colombiana, Pablo Robledo, entre outros.

Para o presidente da CBT e da Cosat, Rafael Westrupp, a competição mostra que o esporte segue o caminho do desenvolvimento em toda a América do Sul. “Penso que as duas entidades vêm dando passos largos e sólidos na consolidação de parcerias estratégicas que impactam diretamente na melhoria do desenvolvimento do alto rendimento do tênis juvenil na nossa região. Ter a participação das maiores autoridades do tênis mundial também demonstra o reconhecimento dos trabalhos realizados na CBT e na Cosat. Somos muito gratos à Tennis Australia, sobretudo ao Craig Tiley, o qual confiou nos nossos projetos”, disse.

Esta é a terceira vez que o país recebe uma competição alusiva ao Grand Slam da Oceania. Em 2022, apenas com tenistas do Brasil, Nicolas Oliveira e Carolina Laydner faturaram os títulos e as vagas, com todas as despesas pagas, para o Australian Open Junior. No ano passado, com a ampliação da CBT e da Cosat para atletas sul-americanos, foi a vez de Carolina Bohrer ser campeã entre as meninas, enquanto Nicolas conquistou o bicampeonato no masculino.

“Fico super feliz com a continuidade da parceria com a CBT e a Cosat num evento de extrema importância para o desenvolvimento do tênis sul-americano. O AO Junior Series South America também traz um valor enorme para a Tennis Australia e para o Australian Open, já que marca nossa presença em uma região tão importante e tradicional para o tênis mundial quanto a América do Sul”, destacou o ex-tenista e diretor de Relacionamento dos Jogadores da Tennis Australia, André Sá.

Formato

Além das vagas para a chave principal do Australian Open, a competição busca trazer um ambiente que remete ao tradicional torneio do circuito mundial, com quadras de mesmo piso e até as mesmas cores. Ao todo, serão 48 participantes, sendo 24 meninos e 24 meninas classificados de acordo com critérios a serem divulgados pela Cosat.

Subscribe
Notificar
guest
1 Comentário
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Adalberto
Adalberto
2 dias atrás

Tudo começa pela base! Tudo!

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Toda a comemoração de Alcaraz na conquista de Roland Garros

Jannik Sinner é o 29º homem a liderar o ranking profissional

PUBLICIDADE