PLACAR

Argentino vence Murray em duelo de 3h nas oitavas

Foto: Antonio Vasquez/Swiss Indoors Basel

Basileia (Suíça) – Como tem sido frequente na atual temporada, Andy Murray encarou outra partida com mais de três horas de duração, e novamente amargou uma eliminação precoce de um torneio. O britânico foi superado nas oitavas do ATP 500 da Basileia, em quadras duras e cobertas, superado pelo argentino Tomas Etcheverry, 32º do ranking, por 6/7 (5-7), 6/3 e 6/2 após 3h08 de intensa disputa nesta quarta-feira.

Murray venceu apenas dois jogos nos últimos quatro torneios que disputou. Ele vinha eliminações nas estreias de Pequim e Xangai e nas oitavas em Zhuhai. Após a sequência de três competições na China, o veterano de 36 anos e ex-número 1 do mundo estreou na Basileia vencendo o alemão Yannick Hanfmann em sets diretos. O britânico ocupa atualmente o 40º lugar.

Já Etcheverry, de 24 anos, pode até ter um duelo argentino nas quartas. Mas para isso, o 29º do ranking Sebastian Baez precisa vencer o dinamarquês Holger Rune, principal cabeça de chave do torneio e número 6 do mundo, nesta quinta-feira. O histórico entre eles está empatado por 1 a 1.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no whatsapp

Depois de começar a partida enfrentando games longos no saque e de sair perdendo por 2/0, Murray escapou de um break-point que poderia aumentar a diferença no placar. O britânico ganhou confiança para devolver a quebra e não ter o serviço ameaçado até o fim do set. Durante o tiebreak, perdia por 5-4 depois de uma tentativa mal executada de uma curta, mas fez uma boa passada pra igualar a disputa e venceu os três últimos pontos da parcial, que durou 1h17.

O segundo set teve apenas uma quebra, conquistada por Etcheverry logo no início. O argentino saiu vencendo por 4/1 e salvou cinco break-points para manter a vantagem. Até aquele momento, o argentino já acumulava 31 winners no jogo, 10 a mais que o rival.

Ainda na abertura do segundo set, Etcheverry quebrou de novo e fez 2/0 para não correr riscos no saque até o final do jogo. Murray já sinalizava o desgaste, não chegava tão bem em todas as bolas e manifestava uma expressão negativa em quadra. O argentino ainda conseguiria uma nova quebra para fechar o jogo. Ele liderou nos winners por 41 a 32 e cometeu 41 erros contra 46.

Hurkacz também chega às quartas de final
Quem também garantiu vaga nas quartas foi o polonês Hubert Hurkacz, cabeça 4 do torneio e número 11 do mundo. Recente campeão em Xangai, ele venceu o alemão Jan-Lennard Struff, 27º do ranking, por 6/1 e 6/4. Seu próximo rival pode ser o australiano Alex de Minaur ou o holandês Tallon Griekspoor.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Bopanna entra para a história do tênis aos 43 anos

A emoção de Hsieh e Mertens com o novo título de Slam

PUBLICIDADE