PLACAR

Após título do US Open, Gauff atinge melhor ranking

Foto: Garrett Ellwood/USTA

Miami (EUA) – Campeã do US Open no sábado, com uma grande vitória de virada sobre a bielorrussa Aryna Sabalnek, que nesta segunda-feira sumiu a liderança da WTA, a norte-americana Coco Gauff viu a conquista de seu primeiro Grand Slam também lhe render frutos no ranking. Ela ganhou três lugares e agora é a número 3 do mundo, a melhor colocação da carreira.

Gauff está atrás apenas de Sabalenka e da polonesa Iga Swaitek, que após 75 semanas como número 1 do mundo caiu para a segunda colocação nesta semana. Completam o top 5 da WTA a cazaque Elena Rybakina, que se manteve na quarta posição, e a norte-americana Jessica Pegula, que caiu do terceiro para o quinto lugar.

Quem se deu mal após o último Slam da temporada foi a tunisiana Ons Jabeur, que saiu do top 5, caindo da quinta para a sétima colocação. Uma das que a ultrapassou foi a tcheca Marketa Vondrousova, que melhorou três lugares e agora é a número 6 do mundo, o melhor ranking da carreira. Também alcançou sua maior marca, a compatriota Karlina Muchova, que saiu de 10ª para oitava do mundo.

A norte-americana Madison Keys foi outro destaque no ranking desta segunda, que teve a maior disparada de todo o top 20, com uma ascensão de seis colocações. Ex-número 7 do mundo, ela foi até as semifinais do US Open e com esta campanha alcançou a 11ª posição, ficando a 110 pontos da francesa Caroline Garcia, que fecha o top 10.

Também teve uma boa subida a letã Jelena Ostapenko, que foi até as quartas em Flushing Meadows, parando apenas na campeã Gauff. O bom desempenho lhe rendeu cinco colocações no ranking, alcançando o 16º lugar, 10 posições abaixo de sua melhor marca na WTA.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE