PLACAR

Apesar das críticas, López defende formato da Davis

Foto: RFET

Valência (Espanha) – Polêmico desde sua criação, o formato da Copa Davis, mudado há alguns anos, continua a dividir opiniões e recentemente foi criticado pelo capitão espanhol David Ferrer e pelo suíço Stan Wawrinka. Contudo, para Feliciano López, diretor das Finais da Davis, o formato em si não é um problema, já que não existe uma forma perfeita de agradar todos ao mesmo tempo.

“Tem-se falado muito sobre o formato, mas o que todos concordamos há alguns anos é que o anterior tinha que ser alterado. A minha sensação é que as pessoas estão agora satisfeitas com este formato, estamos em condições de continuar a crescer e ajudar os jovens a absorver esta competição, a sua história e as emoções que nela ocorrem”, argumentou López.

O espanhol comentou também o fato de apenas um top 10 estar jogando a competição nesta semana. “Nenhum formato garante que todos jogarão, anos de experiência são fundamentais e os números não mentem. Se fosse jogado com outro formato aconteceria a mesma coisa”, falou o espanhol, explicando que o problema é mais o duro calendário do que o formato da Davis.

“Dizer que este formato não resolve o problema é um erro grave para mim. Estamos fazendo um trabalho muito bom, gosto dele e a maioria das pessoas também. Mais uma vez, não creio que exista um formato ideal, os jogadores têm os seus compromissos e o calendário é muito duro”, acrescentou.

López comemorou a presença do sérvio Novak Djokovic na fase de grupos em Valência, mesmo logo após faturar o US Open. “O fato de Novak estar aqui é o melhor exemplo do que esta competição representa. Depois de vencer seu 24º Grand Slam, o fato de ele estar aqui representando seu país é incrível”, destacou o espanhol.

“O fato de alguém como ele estar aqui diz muito sobre o seu empenho, mas também sublinha que a Copa Davis é uma competição que lhe provocou emoções incríveis para que possa estar aqui novamente. É a prova de que estamos num bom momento, não porque só o Novak esteja lá, mas é um exemplo claro do empenho e do valor deste torneio”, finalizou.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Alcaraz e Murray: treino entre campeões em Queen's

Os melhores lances da campeã Boulter na grama de Nottingham

PUBLICIDADE