PLACAR

Aliassime encerra sequência de Ruud e desafia Sinner

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) – Após duas temporadas, o canadense Félix Auger-Aliassime está de volta às quartas de final do Masters 1000 de Madri. Em jogo com duas horas de duração, o ex-top 6 e atual número 35 do ranking superou o embalado Casper Ruud, que vinha de título em Barcelona e vice em Monte Carlo, pelo placar de 6/4 e 7/5.

O triunfo também garante a Aliassime uma vaga nas quartas de um Masters após mais de um ano. A última vez que ele havia alcançado a antepenúltima fase de um torneio desse porte foi em Indian Wells, em março de 2023. Ao todo, será a nona vez que o jovem de 23 anos disputa essa etapa em nível 1000, tendo avançado apenas duas vezes, em Miami 2019 e Paris 2022, parando na semi em ambas as oportunidades.

Em termos de ranking, Aliassime garante seu retorno ao top 30, subindo momentaneamente para a 27ª colocação. Com mais uma vitória no saibro espanhol ele pode saltar para o 24º posto e uma possível final o levaria de volta para a faixa dos 20 melhores.

+ Clique aqui e siga o Canal do TenisBrasil no WhatsApp

Seu próximo adversário será o italiano Jannik Sinner, atual número 2 do mundo e principal cabeça de chave da competição, que derrotou mais cedo o russo Karen Khachanov com uma virada por 5/7, 6/3 e 6/3. Os dois já se enfrentaram duas vezes no circuito há dois anos, e Aliassime levou a melhor em ambas, no próprio saibro de Madri e no piso duro de Cincinnati.

Ruud, por sua vez, vê o fim de sua série invicta de sete partidas. Na atual temporada de saibro, o norueguês tem 13 vitórias e três derrotas, tendo feito ainda semi no ATP 250 do Estoril. Ele seguirá na sexta colocação do ranking, 595 pontos à frente do russo Andrey Rublev e 900 atrás do alemão Alexander Zverev.

Ruud saca bem, mas não concretiza

Ironicamente, ao analisar os dados do jogo, foi Casper Ruud quem liderou as principais estatísticas de saque na partida. O norueguês anotou o dobro de aces do adversário (6 a 3) e não cometeu nenhuma dupla falta contra quatro de Aliassime. Além disso, o atual campeão de Barcelona acertou 82% do primeiro serviço diante dos 61% do oponente. Mas de nada esses números serviram para lhe dar a vitória.

Com pouquíssimas chances de quebra no primeiro set (apenas uma para Ruud, que desperdiçou, e duas para Aliassime, que aproveitou uma delas), a parcial foi decidida nos detalhes e no bom aproveitamento de 82% dos pontos ganhos com o primeiro serviço do canadense.

Mais aberto, o segundo set começou com uma quebra de Aliassime logo na abertura. Depois de salvar dois break-points no game seguinte, ele não resistiu à pressão de Ruud, que empatou o jogo no quarto game. A partida seguiu equilibrada, com domínio dos sacadores até o 5/5, quando o canadense aproveitou uma das suas três oportunidades de quebra. Na sequência, ele sacou muito bem e fechou a partida.

7 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
YAN
YAN
24 dias atrás

Sempre tive muitas expectativas nesse canadense, talvez até pela mística de ter nascido no mesmo dia e mês do G.O.A.T do tênis, 08/08. Surgiu muito bem no circuito, teve aquela fase de.muitos vices, conseguiu alguns títulos menores, e mais recentemente, não estava numa fase das melhores, mas ganhar do Ruud no saibro, mesmo que seja em condições mais rápidas, é um ótimo resultado, agora vamos ver contra o Sinner, novamente não é o favorito, mas depois de hoje, não dúvido que possa aprontar outra surpresa.

Gustavo Luis
Gustavo Luis
24 dias atrás

Esse Ruud é um paspalho de primeira, só ganha algo quando não enfrenta os tops rsrsrs
E olha que o canadense no momento não faz parte dessa lista

João Sawao ando
João Sawao ando
24 dias atrás

Uma Vitória surpreendente

Federer eterno GOAT
Federer eterno GOAT
24 dias atrás

continuo achando Ruud o favorito para RG este ano, acima de Nadal e Djoko inclusive… jogador mais sólido desta temporada de saibro até aqui

Fábio
Fábio
24 dias atrás

Olha aí o Féleques hein….

Refaelov
Refaelov
24 dias atrás

Caramba! Esse resultado me pegou de surpresa, resta saber se foi mais mérito do canadense ou demerito do Ruud..

André Aguiar
André Aguiar
24 dias atrás
Responder para  Refaelov

Total mérito do FAA.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Agassi recorda trajetória de drama e sucesso em Roland Garros

Os melhores lances de Iga Swiatek rumo ao tri no Foro Italico

PUBLICIDADE