PLACAR

Alcaraz reconhece falhas e semana irregular

Foto: ATP

Toronto (Canadá) – O número 1 do mundo caiu nas quartas de final do Masters 1000 de Toronto e reconheceu que nenhuma de suas partidas no retorno à quadra sintética foram do nível que ele desejaria. Carlos Alcaraz acha cedo para pensar no US Open e quer usar os próximos dias para focar em Cincinnati.

“Eu sei que não joguei bem nestas partidas de Toronto, então tenho de tomar tudo como lições, treinar ainda mais. Há ainda muito tempo até o US Open, preciso me preparar para Cincinnati, recuperar a confiança no meu jogo”, avaliou o campeão de Wimbledon, que chegou a atirar longe a raquete após o frustrante primeiro set.

Alcaraz fez elogios ao norte-americano Tommy Paul, que pelo segundo ano consecutivo o elimina no Masters canadense. “É um jogador muito completo, Tem talento, é muito sólido. Pode jogar bem em qualquer piso. Acho que é uma mistura de tudo”.

E os dois podem se reencontrar nas oitavas de final de Cincinnati. O espanhol estreia contra John Isner ou um qualificado, enquanto Paul enfrentará Miomic Kecmanovic e depois Ugo Humbert ou um quali.

Questionado se a presença na Copa Hopman, um torneio amistoso por países que foi disputado sobre o saibro, não teria atrasado a preparação para a quadra dura, o espanhol foi taxativo. “De forma alguma. Tive vários dias para me preparar e treinei muito bem”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE