PLACAR

Alcaraz lamenta chance perdida de disputar o nº 1

Foto: Rolex Shanghai Masters

Xangai (China) – Eliminado nas oitavas de final do Masters 1000 de Xangai, Carlos Alcaraz deixou escapar uma grande oportunidade de se aproximar de Novak Djokovic na disputa pela liderança do ranking. Enquanto o sérvio não atuou nas duas últimas semanas na China, o espanhol acumulou apenas 270 dos 1.500 pontos possíveis em Pequim e Xangai e ficará mais distante do objetivo de terminar o ano como número 1 do mundo.

“Com esta derrota, o número 1 está um pouco mais distante. Vai ser mais difícil com esses últimos resultados, mas tenho mais alguns torneios pela frente e vou tentar dar o meu melhor para vencê-los. Quero ter a chance de terminar o ano como número 1 e perdi muitas oportunidades de conseguir isso. Ter uma chance como essa em um Masters 1000 e não aproveitá-la é algo difícil de assimilar”, lamentou o espanhol, que vê as quartas de final do torneio serem formadas com apenas um top 10, Andrey Rublev.

Alcaraz foi superado pelo búlgaro Grigor Dimitrov por 5/7, 6/2 e 6/4 em 2h10 de partida nesta quarta-feira. Apenas foi sua primeira derrota em quatro jogos contra o experiente rival de 32 anos. “Grigor é um jogador de alto nível e mostrou isso hoje. Ele jogou um ótimo tênis. Não vou dizer que joguei mal ou que essa foi uma das minhas piores partidas. Acho que joguei bem”.

“Foi uma surpresa para mim a forma como ele começou o segundo set depois de um primeiro tão difícil. Ele manteve esse nível e intensidade ao longo do segundo e terceiro”, avaliou o jogador de 20 anos. “Ele não me deixou fazer o meu no jogo. Eu lutava o tempo todo para encontrar uma maneira de jogar da maneira como gostaria, mas não conseguia. Ficava defendendo o tempo todo e não conseguia encontrar a hora de me posicionar para atacar”.

De olho no futuro e ainda de olho na liderança do ranking, Alcaraz segue para o ATP 500 da Basileia, que será disputado entre os dias 23 e 29 de outubro. “É uma derrota que dói, obviamente, mas que faz melhorar para o futuro. Quero dar o meu melhor na Basileia, que será o meu próximo torneio. Vamos tentar aproveitar para treinar esses pequenos detalhes que me fizeram perder esta partida para que isso não aconteça novamente”.

PUBLICIDADE

VÍDEOS

Karlovic oficializa aposentadoria e recebe homenagem da ATP

O melhor duelo entre Djokovic e Murray? Reveja Qatar em 2017

PUBLICIDADE