Notícias | Dia a dia
Federer desiste de Cincinnati e Nadal será número 1
14/08/2017 às 13h06

Federer poderia brigar pela liderança em Cincinatti

Foto: Divulgação

Cincinnati (EUA) - Não durou muito o suspense sobre a participação do suíço Roger Federer no Masters 1000 de Cincinnati. Nesta segunda-feira ele anunciou que não jogará nesta semana, deixando de bandeja para o espanhol Rafael Nadal a liderança do ranking da ATP. 

Os dois poderiam disputar o posto de número 1 em Cincy, já que o britânico Andy Murray não jogará e cairá para a terceira colocação, mas como Federer acabou resolvendo se poupar para o US Open, a ponta do ranking cairá no colo do canhoto de Mallorca. 

Após a derrota na final do Masters 1000 de Montréal, derrotado pelo jovem alemão Alexander Zverev, o suíço já havia comentado que poderia não jogar mais até o último Grand Slam do ano e a confirmação veio menos de 24h depois de sua declaração. 

Federer também não se mostrou muito preocupado em alcançar a liderança do ranking agora. "Terminar o ano como número 1 não tem o mesmo valor de alcançar isso antes do US Open. O mais legal é ir para as férias estando no lugar mais alto. Neste momento, minha preocupação é estar bem para competir em Nova York, onde ainda não pude jogar no estádio novo", explicou.

"Sempre adorei jogar em Cincinnati, onde tenho muitos fãs. Lamento que eles não poderão me ver", disse Federer em comunicado. O suíço será substituído na chave pelo lucky-loser italiano Thomas Fabbiano, que entrará direto na segunda rodada, esperando pelo vencedor do duelo entre o argentino Diego Schwartzman e o russo Karen Khachanov.

Comentários
Raquete novo
Mundo Tênis