Notícias | Dia a dia
Samsonova saca muito bem e elimina Raducanu
06/08/2022 às 01h53

Liudmila Samsonova tenta alcançar sua segunda final de WTA

Foto: Citi Open

Washington (EUA) - Jogadora bastante respeitada quando atua em condições mais rápidas e que favorecem seu saque e os golpes muito potentes, Liudmila Samsonova confirmou seu lugar na semifinal do WTA 250 de Washington. No encontro entre duas tenistas que vinham de partidas muito longas nas oitavas, Samsonova venceu a britânica Emma Raducanu, número 10 do mundo, por 7/6 (8-6) e 6/1 em 1h28 de partida.

Para superar a atual campeã do US Open, Samsonova precisou sacar bem nos momentos importantes e ser agessiva. Ela disparou nove aces na partida, sendo que um deles foi no set-point da primeira parcial e mais três no último game desta sexta-feira, para fechar o jogo. A russa salvou quatro set-points, três deles com o saque, e fez 33 a 8 nos winners. Mais agressiva, cometeu 47 erros contra 24 da britânica.

O único título de WTA na carreira de Samsonova foi conquistado na grama de Berlim no ano passado. Na ocasião, a russa saiu do quali e venceu grandes nomes como Madison Keys, Victoria Azarennka e Belinda Bencic. Ex-número 25 do mundo, ela aparece atualmente na 60ª posição do ranking. Este ano, fez grande campanha até a semi de Stuttgart, em quadras de saibro e estádio coberto, dando muito trabalho à número 1 do mundo Iga Swiatek.

A adversária de Samsonova na semi de Washington será a chinesa Xiyu Wang, canhota de 21 anos e 95ª do ranking. Wang ainda busca seu primeiro título de WTA e entrou na chave de Washington como lucky-loser. A jovem chinesa venceu Victoria Azarenka nas quartas por 6/1 e 6/3. Mais cedo nesta sexta-feira, Azarenka havia atuado pelas oitavas de final e vencido a tcheca Tereza Martincova por 7/6 (9-7) e 6/2.

Kanepi e Saville duelam na outra semifinal
A outra semifinal será entre a estoniana Kaia Kanepi e a australiana Daria Saville. Será o segundo duelo entre elas, sendo que o primeiro aconteceu em 2011 com vitória de Kanepi em sets diretos. A estoniana derrotou a russa Anna Kalinskaya por 6/7 (4-7), 6/4 e 6/3. Já a australiana passou pela canadense Rebecca Marino, marcando 6/1 e 7/5.

Aos 37 anos, Kanepi aparece no 37º lugar do ranking e já foi top 15 em 2012. Ela tem quatro títulos de WTA, o mais recente conquistado em 2013 em Bruxelas. No ano passado, alcançou uma final em Melbourne. Já Saville chegou ao top 20 em 2017, ano em que conquistou seu único WTA de simples em New Haven. Recuperada de lesão no tendão de Aquiles, chegou a ficar nove meses sem jogar e sair do top 600 em fevereiro deste ano, mas já voltou ao top 100 e hoje é 88ª do mundo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva