Notícias | Dia a dia
Cé e Pedretti confirmam duelo em semi no Rio
05/08/2022 às 20h54

Além da semifinal de simples, Thaísa Pedretti também é finalista de duplas no torneio

Foto: Marcello Zambrana/DGW

Rio de Janeiro (RJ) - O tênis brasileiro terá uma representante na final do IPG Open Feminino - ITF W25. Isso porque a gaúcha Gabriela Cé e a paulista Thaísa Pedretti se enfrentam neste sábado, pela semifinal do torneio disputado no Paissandu Atlético Clube, no Rio de Janeiro. A outra semi reúne a indiana Riya Bathia e a boliviana Noelia Zeballos. As duas partidas terão transmissão ao vivo pelo SporTV 3, a partir das 9h (de Brasília).

Nas quartas de final, nesta sexta-feira, Pedretti, cabeça de chave 3 e 440ª do mundo, previa um jogo duro contra a jovem paulista de 19 anos Camilla Bossi, sensação do torneio até aqui. Ela saiu do quali e avançou pela primeira vez às quartas de final de um torneio desse nível, conseguindo assim somar seus primeiros no ranking mundial da WTA. Em lágrimas, Bossi desistiu da partida no início do segundo set, sentindo uma lesão abdominal, depois de perder a primeira parcial por 6/0.

"Foi uma semana muito boa, uma ótima experiência. Passei o quali, vim ganhando ritmo de jogo e confiança na chave e garanti meus primeiros pontos no ranking mundial. O que aconteceu hoje foi uma fatalidade. Eu já vinha sentindo o abdômen há alguns jogos atrás e tentei fazer o máximo hoje, mas não deu. Agora é tratar e seguir", afirmou Camilla, que mora e estuda nos Estados Unidos.

"Pena o que aconteceu com a Camillinha. Eu sabia que seria um jogo muito duro, ela vinha fazendo uma ótima semana aqui no Rio. Fiquei chateada com o que aconteceu, sei das qualidades dela, o quão guerreira ela é. Eu mesma estou vindo de lesão e sei como é duro. Agora é ter calma e saber que vai se recuperar", afirmou Pedretti, de 23 anos, que tem seis títulos no circuito profissional da ITF.

Já Gabriela Cé, principal favorita ao título e 322ª do ranking, precisou de 2h55 para se garantir na semifinal. Ela derrotou a colombiana Maria Paulina Perez-Garcia, cabeça 6, por 6/4, 4/6 e 6/2. A gaúcha de 29 anos tem 100% de aproveitamento no retrospecto contra Pedretti, tendo vencido os três duelos anteriores.

"Sabia que não seria fácil, eu a conheço a colombiana de várias Billie Jean King Cup e sempre foi muito aguerrida. Fiquei feliz de sair com a vitória hoje. O meu objetivo aqui é poder competir, lidar com todas as situações de jogo e encontrar soluções. O mais é legal é que amanhã teremos uma brasileira na final e que vença a que estiver mais preparada", analisou Cé, que já conquistou 11 títulos.

Pedretti também disputa final de duplas
Pelo torneio de duplas, Thaísa Pedretti e a boliviana Noelia Zeballos chegaram à final depois de vencerem Rebeca Pereira e a mexicana Ana Sofia Sanchez, principais cabeças de chave do torneio, em dois tiebreaks e com duplo 7/6 (7-2). Elas enfrentam a indiana Riya Bhatia e a colombiana Maria Paulina Perez-Garcia. Pedretti busca seu 11º título profissional de duplas no circuito.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva