Notícias | Top Spin
Rybakina e cazaques recusam ideia de 'produto russo'
13/07/2022 às 15h09

Rybakina recebeu a imprensa de seu país e exibiu o passaporte cazaque

Foto: Reprodução/Instagram

Nur-Sultan (Cazaquistão) - Elena Rybakina, a nova campeã de Wimbledon, rejeitou na última terça-feira as alegações russas de que é “seu produto", quando foi recebida como festa no Cazaquistão, que ela representa no circuito.

Jogadores russos e bielorrussos foram banidos de Wimbledon este ano depois que a Rússia enviou tropas para a Ucrânia, mas Rybakina, nascida em Moscou, conseguiu jogar porque mudou sua nacionalidade para o Cazaquistão, em 2018.

+ Rybakina: 'O Cazaquistão me deu todas as condições'

No fim de semana, o dirigente do tênis russo Shamil Tarpischev descreveu Rybakina como produto russo. "Muito bom! Muito bem, Rybakina! Vencemos o torneio de Wimbledon", disse Tarpischev. O ex-número 1 do mundo, Yevgeny Kafelnikov, reforçou essa visão em um post no Twitter na segunda-feira.

"Comprar um produto pronto do produtor para uso não exige muito cérebro", escreveu o aposentado Kafelnikov, campeão dos Roland Garros e do Australian Open, além de ser dono de uma medalha de ouro olímpica.

Os pais de Rybakina ainda moram em Moscou e ela relutou durante o torneio em detalhar quanto tempo passa na Rússia. "A transição da carreira juvenil para a profissional é muito difícil", disse Rybakina, de 23 anos, a jornalistas no Cazaquistão quando solicitada a comentar. "É necessária uma boa equipe. Nem todos conseguem continuar no nível profissional e ter alguns sucessos. Apenas um pequeno número consegue e desta forma tenho muita sorte. Então, é claro que não estou realmente de acordo com essa frase."

Falando ao lado de Rybakina, o vice-chefe da federação do Cazaquistão, Yuri Polskiy, discordou da posição da federação russa. "Se é o resultado do trabalho (da Rússia), por que eles a deixaram ir tão facilmente? Em 2018, Shamil Tarpichev disse que não considerava Elena Rybakina uma tenista promissora", disse Polskiy. "Acho que é hora de acabar com isso."

Para o Cazaquistão, a vitória de Rybakina representa sua maior conquista no tênis, um esporte no qual o oligarca e chefe da federação Bulat Utemuratov investiu dezenas de milhões de dólares. Rybakina foi vista abraçando Utemuratov após sua vitória em Wimbledon e disse na terça-feira que doaria parte de seu prêmio em dinheiro para o tênis juvenil no Cazaquistão e para causas de bem-estar animal.

"Sempre sinto o apoio de nossos compatriotas. Isso é uma grande alegria e responsabilidade para mim", disse Rybakina em reunião com o primeiro-ministro do Cazaquistão, Alikhan Smailov, na terça-feira. "Ontem, ao chegar ao Cazaquistão, vi quantas pessoas vieram ao meu encontro. Ainda não consigo acreditar no que está acontecendo."

Smailov, que concedeu um prestigioso prêmio a Rybakina, disse que a estrela do tênis "fez uma contribuição inestimável para a popularização do tênis no Cazaquistão. Tenho a certeza que esta vitória servirá de incentivo para muitos jovens atletas", afirmou.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Elena Rybakina 🐠 (@lenarybakina)

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva