Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Halep domina mais uma e volta à semi após 3 anos
06/07/2022 às 11h04

Londres (Inglaterra) - Vivendo grande momento na grama do All England Club, a romena Simona Halep teve mais uma atuação de gala. Nesta quarta-feira, ela encarou a norte-americana Amanda Anisimova pelas quartas de final de Wimbledon e deu pouquíssimas chances à rival, dominou a partida quase toda e só teve um pouco de dificuldade na hora de fechar, mas ainda assim avançou em sets diretos, marcando parciais de 6/2 e 6/4, em apenas 65 minutos.

Em sua nona semifinal de Grand Slam, a primeira desde o Australian Open de 2020, Halep terá pela frente a cazaque Elena Rybakina, que assim como a romena havia chegado às quartas sem perder set, mas viu sua forma impecável ser quebrada pela australiana Ajla Tomljanovic, que venceu a primeira parcial e depois levou a virada, caindo com o placar final de 4/6, 6/2 e 6/3. Será a quarta vez que elas se enfrentarão e a ex-número 1 lidera o histórico por 2 a 1.

Halep também entrou em quadra para enfrentar Anisimova com a mesma vantagem no histórico, tendo batido a norte-americana semanas atrás na grama de Bad Homburg e também em Roland Garros em 2020, depois de ter sido surpreendida pela norte-americana no mesmo saibro parisiense um ano antes. Ela ampliou seu histórico contra rivais dos Estados Unidos, agora somando 50 vitórias e apenas 23 derrotas.

Fazendo sua décima aparição na chave principal de Wimbledon, a campeã de 2019 retornou ao torneio depois de três anos e chegou às quartas como a tenista que mais quebras de serviço conseguiu na competição, com 21 até então. Halep colocou mais quatro na conta, duas em cada set. No primeiro, ela foi dominante da largada até o final, chegou a vencer cinco games consecutivos para abrir 5/1 e depois fechar sem sustos.

A segunda parcial seguiu o mesmo roteiro até a reta final. Anisimova venceu o primeiro game da disputa, depois perdeu cinco seguidos, amargando duas quebras, e viu a romena novamente marcar 5/1 no placar. Só que desta vez, a norte-americana conseguiu reagir, devolveu um dos breaks no oitavo e no décimo teve mais três break-points a seu favor. Halep salvou todos e selou a vitória na segunda vez que sacou para o jogo.

Com a classificação de Rybakina, o Cazaquistão vê pela primeira vez uma representante, seja mulher ou homem, a alcançar as semifinais de Grand Slam. A tenista de 23 anos é a recordista de aces na temporada, anotou 15 contra Tomljanovic e agora tem 44 no torneio e 212 no ano. Ainda assim, ela foi quebrada três vezes, uma em cada set.

Na parcial inicial, Tomljanovic foi precisa e levou a melhor com a vantagem mínima. Já no segundo e terceiro sets Rybakina conseguiu pressionar mais a australiana com suas devoluções. A cazaque converteu três dos quatro break-points que teve na segunda parcial e mais dois em cinco na terceira, concretizando a virada.

Comentários