Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic vence antes do toque de recolher e avança
03/07/2022 às 18h39

Além da busca pela vitória, Djokovic precisava definir a disputa antes do horário limite

Foto: AELTC

Londres (Inglaterra) - No jogo que encerrou a programação deste domingo pelas oitavas de final de Wimbledon, o principal cabeça de chave Novak Djokovic e o convidado holandês Tim van Rijthoven entraram em quadra com um motivo a mais de preocupação. O jogo começou por volta das 20h (local, 16h de Brasília) e o vencedor precisaria definir a disputa antes do toque de recolher às 23h. Djokovic chegou a perder um set, mas conseguiu evitar o desgaste de ter que retornar à quadra na segunda-feira. O sérvio marcou as parciais de 6/2, 4/6, 6/1 e 6/2 em 2h37 de partida, que terminou às 22h40.

Hexacampeão de Wimbledon e vencedor das três últimas edições, Djokovic amplia sua série invicta em quadras de grama para 25 jogos. Ele não perde no piso desde a final do ATP de Queen's, em 2018, para Marin Cilic. Ele já superou marcas de Rod Laver, 24 entre 1969 e 1970, John McEnroe e Pete Sampras, 23 cada um. Mas o sérvio de 35 anos ainda está distante dos recordes estabelecidos por Roger Federer, 65 jogos, e Bjorn Borg, 41.

Em 17 participações em Wimbledon, Djokovic só não chegou às quartas em quatro oportunidades. O atual número 3 do mundo enfrenta na próxima rodada o italiano Jannik Sinner, jovem de 20 anos e 13º colocado. O único duelo anterior entre eles foi disputado no Masters 1000 de Monte Carlo do ano passado, em quadra de saibro, com vitória do sérvio em sets diretos.

Por sua vez, Tim Van Rijthoven fez sua primeira participação em um Grand Slam e logo chegou às oitavas. O holandês de 25 anos e 104º do ranking recebeu convite dos organizadores depois de uma campanha impecável do ATP 250 de 's-Hertogenbosch, onde venceu três jogadores do top 20, Taylor Fritz, Felix Auger-Aliassime e Daniil Medvedev para conquistar o título. Já em Londres, venceu Federico Delbonis, Reilly Opelka e Nikoloz Basilashvili.

Djokovic conseguiu definir a partida antes do horário-limite
Apesar de ter enfrenado três break-points no primeiro set, Djokovic não perdeu games de serviço, e também foi eficiente ao aproveitar duas oportunidades de quebra. A primeira foi logo no início da partida, para já largar com 3/0 e a segunda já no último game da parcial.

Dez dos 20 aces que Van Rijthoven fez na partida foram disparados no segundo set. O holandês permaneceu ileso em seus games de serviço e aproveitou o único break-point que teve. Quando sacava para o set, o convidado do torneio precisou escapar de quatro oportunidades de quebra.

Djokovic se aproveitou de uma queda momentânea de intensidade de Van Rijthoven, que passava a cometer mais erros não-forçados. O sérvio só perdeu dois pontos no saque, seguia muito firme em seu jogo de fundo, colocou todas as devoluções em quadra. Eventualmente, variava alturas e pesos de bola, trazendo o rival para a rede. Ele abriu 5/0 no terceiro set, fechando a parcial dois games mais tarde.

O domínio de Djokovic continuou no quarto set, em que ele novamente não enfrentou break-points e cedeu apenas cinco pontos em seu serviço. O sérvio obteve duas novas quebras de saque e fechou o jogo.

Comentários