Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal sobe o nível e chega forte para as oitavas
02/07/2022 às 16h48

Pela primeira vez na semana, o espanhol conseguiu vencer por 3 a 0

Foto: Divulgação

Londres (Inglaterra) - Depois de passar por altos e baixos nas duas primeiras rodadas em Wimbledon, Rafael Nadal teve sua melhor atuação no torneio neste sábado e assegurou um lugar nas oitavas de final. Bicampeão do torneio e segundo cabeça de chave, Nadal passou pelo italiano Lorenzo Sonego, 54º do ranking, com parciais de 6/1, 6/2 e 6/4 em apenas 2h03 de partida.

Vencedor das edições de 2008 e 2010 em Wimbledon, Nadal não jogava na grama desde a campanha até a semifinal de 2019. O espanhol de 36 anos vinha de vitórias em quatro sets contra o argentino Francisco Cerundolo na estreia e o lituano Ricardas Berankis na segunda rodada.

O próximo adversário de Nadal na grama londrina será o holandês Botic Van de Zandschulp, cabeça 21 do torneio e atual 25º do ranking. Eles já se enfrentaram este ano em Roland Garros, com tranquila vitória do espanhol em sets diretos. O holandês faz sua segunda participação em Wimbledon, tendo caído na segunda rodada no ano passado. Ele venceu neste sábado o francês Richard Gasquet por 7/5, 2/6, 7/6 (9-7) e 6/1.

Eliminado por Nadal na terceira rodada, Sonego tentava repetir a campanha do ano passado, quando também fez oitavas. O italiano de 27 anos entrou no torneio como cabeça 27. Ele era o 32º do ranking, mas perdeu 22 posições após o desconto dos pontos da final de Eastbourne do ano passado. Como Wimbledon não vale pontos este ano, ele ainda vai perder os 180 da última temporada e pode cair ainda mais.

Espanhol dominou a partida e só enfrentou um break-point
Nadal fez um primeiro set sem correr riscos. Com ótimo desempenho no saque e um jogo eficiente nos ralis de fundo, o espanhol conseguiu duas quebras e cedeu apenas dois pontos em seus games de serviço. Ele liderou a estatística de winners por 6 a 2 e cometeu apenas quatro erros não-forçados contra nove do italiano.

O domínio de Nadal continuou no segundo set. Logo de cara, ele conseguiu duas novas quebras de serviço e fez 4/0 no placar. E novamente, seguiu sem enfrentar break-points, com apenas seis pontos perdidos no saque. Sonego não jogou mal, fez só cinco erros não-forçados, mesmo número feito por Nadal, mas não conseguiu ameaçar o saque do espanhol. O bicampeão fez 8 a 5 em winners na parcial.

Terceiro set teve momento controverso e discussão na rede
Com uma vantagem confortável no placar, Nadal usou o terceiro set para testar variações em seu jogo e teve muito sucesso, tanto na execução das curtinhas quanto em uma tentativa de saque e voleio. Ainda muito firme do fundo de quadra, não demorou para que ele conseguisse sua primeira quebra. Quando o espanhol vencia por 4/2, o jogo foi paralisado por oito minutos para o fechamento do teto da Quadra Central. Foi um pedido do italiano, por conta das condições de luminosidade no estádio.

Na volta, Sonego teve seu primeiro break-point na partida e conseguiu devolver a quebra, buscando o empate por 4/4. Logo depois, Nadal foi à rede e conversou com Sonego, aparentemente sob o argumento de que o adversário estava prolongando o grito após a execução dos golpes. No game seguinte, Nadal quebrou o serviço do italiano e aproveitou a chance de sacar para o jogo e chegar à vitória. 

Durante a entrevista em quadra, o próprio Nadal reconheceu que a atitude não foi a ideal. "Sinto muito agora se o incomodei. Só queria falar um pouco com ele e fiz isso de uma maneira legal, mas me sinto muito mal agora se o incomodei. Vou falar com ele agora mesmo".

Nadal liderou a estatística de winners por 24 a 19 e cometeu o mesmo número de erros não-forçados que Sonego, 17. O espanhol só enfrentou um break-point, sofrendo a quebra no terceiro set, e aproveitou seis das oito chances de quebra que teve na partida.

Comentários