Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal decide adotar protocolo rígido contra Covid
01/07/2022 às 21h00

Integrantes da equipe do espanhol estão circulado com máscaras e evitando contato físico

Foto: AELTC

Londres (Inglaterra) - Depois que três jogadores da chave principal masculina de Wimbledon tiveram que se retirar do torneio por testarem positivo para Covid-19, Rafael Nadal adotou um protocolo mais rígido para sua equipe. Integrantes da comitiva do espanhol passaram a circular no torneio utilizando máscaras e evitando contato físico, tudo para minimizar o risco de que ele ou algum membro da equipe possam se contaminar nos próximos dias.

"Não é nenhuma paranóia. É a realidade. Um grande amigo meu, Roberto Bautista, teve que desistir hoje. Foi mais um caso. E quando esse tipo de coisa acontece é porque provavelmente existem muitos casos", disse Nadal, ao citar a desistência do espanhol Roberto Bautista Agut na última quinta-feira. E no início da semana, o croata Marin Cilic e o italiano Matteo Berrettini desistiram pela mesma razão.

Embora as condições do torneio deste ano sejam muito mais flexíveis em comparação ao cenário mais comum nos últimos dois anos, quando os tenistas muitas vezes ficavam no esquema de 'bolhas' entre os hotéis e locais de competição, Nadal e sua equipe resolveram ficar mais restritos. "Eu não estou fazendo muitas coisas. Ficamos apenas aqui e em casa, e não saímos mais. Isso faz parte desse mundo desafiador que estamos enfrentando nos últimos dois anos".

"E não estou dizendo que não estamos fazendo as coisas do jeito certo, porque em algum momento precisaremos abrir tudo de novo, precisamos ser livres e ter uma vida normal. Parece que agora a Covid é menos perigosa em termos de criar problemas de saúde muito perigosos. Mas ao mesmo tempo, se você abre, esse tipo de coisa pode acontecer", ponderou o jogador de 36 anos e vencedor dos dois primeiros Grand Slam da temporada, o Australian Open e Roland Garros.

Nadal volta a atuar em Wimbledon neste sábado, pela terceira rodada. Depois de vencer o argentino Francisco Cerundolo e o lituano Ricardas Berankis nas duas primeiras rodadas, o atual número 4 do mundo enfrenta o italiano Lorenzo Sonego, 54º colocado, no último da Quadra Central, atuando por volta de 13h (de Brasília). O confronto entre eles é inédito no circuito.

Comentários