Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Nadal sofre na estreia e iguala marca de Navratilova
28/06/2022 às 14h59

Londres (Inglaterra) - Em seu primeiro compromisso oficial na grama desde 2019, o espanhol Rafael Nadal não foi brilhante e teve algum trabalho para derrotar o argentino Francisco Cerundolo, fechando o jogo com parciais de 6/4, 6/3 3/6 e 6/4, depois de 3h33 de partida. O canhoto de Mallorca evitou uma eliminação precoce em Wimbledon, onde só caiu uma vez na estreia, em 2013, surpreendido pelo belga Steve Darcis.

Na segunda rodada o espanhol medirá forças com o lituano Ricardas Berankis, que levou a melhor sobre o potente saque do norte-americano Sam Querrey, que anotou 20 aces na partida, mas acabou eliminado em sets diretos, caindo com o placar final de 6/4, 7/5 e 6/3, depois de 1h41 de jogo. Será a segunda vez que eles se enfrentarão no circuito, com vitória de Rafa neste ano no ATP de Melbourne.

A vitória desta terça-feira foi a 306ª de Nadal em Grand Slam, igualando a marca da tcheca naturalizada Martina Navratilova e ficando na quarta posição entre os maiores vencedores nos quatro principais torneios do circuito. O líder da lista é o suíço Roger Federer com suas 369 vitórias, seguido pela norte-americana Serena Williams, que vem logo atrás com 365. O sérvio Novak Djokovic é o terceiro com 328.

Campeão do Australian Open e de Roland Garros, o espanhol tenta se tornar apenas o sexto homem na história a vencer os três primeiros Slam do ano, algo que só conseguiram Jack Crawford (1933), Don Budge (1938), Lew Hoad (1956), Rod Laver (1962 and 1969) e Djokovic (2021). Ele também pode chegar aos 23 títulos de Serena e ficar atrás apenas do recorde absoluto da australiana Margaret Court, que tem 24 taças de simples.

Mesmo com uma preparação para a grama comprometida pela lesão no pé e o longo tempo sem jogar neste piso, Nadal não teve um começo de partida ruim e foi o primeiro a quebrar, abrindo 3/1 no primeiro set. Cerundolo devolveu o break imediatamente e depois chegou a ter três break-points para sacar em 5/4, mas não os aproveitou e acabou ele perdendo o saque na sequência para perder o primeiro set.

A vantagem no placar não ajudou tanto o espanhol, que não deslanchou e teve trabalho para selar a vitória. Ele faturou o segundo set com uma quebra em três chances, salvando o único break-point que encarou, e parecia que conseguiria derrubar Cerundolo por 3 a 0 quando abriu uma quebra de frente no terceiro, sacando em 2/1. Só que o argentino não esmoreceu e lutou até o fim.

Cerundolo não apenas devolveu a quebra logo em seguida, mas também conseguiu outra na reta final e levou a terceira parcial. Aproveitando um jogo bem abaixo de Rafa, o argentino chegou a abrir 4/2 no quarto set, mas então não manteve o nível e se deu mal. Com dois breaks seguidos, o espanhol venceu os quatro games que seguintes e assim concretizou uma vitória mais apertada do que o esperado.

Os números da partida mostram um pouco por que Nadal teve tanto trabalho na estreia. Ele até cometeu cinco erros não forçados a menos que Cerundolo (41 a 46), mas acabou encaixando sete bolas vencedoras também a menos (23 a 30). O primeiro saque até que foi bem, com 70% de aproveitamento, mas o segundo ficou em apenas 44%, abaixo inclusive dos 47% de Cerundolo.

Comentários