Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Swiatek oscila, supera estreia e vence a 36ª seguida
28/06/2022 às 10h54

Londres (Inglaterra) - Não foi desta vez que a polonesa Iga Swiatek voltou a saber o que é uma derrota. Em seu primeiro jogo no circuito desde a conquista de Roland Garros, a estreia da líder do ranking em Wimbledon, contra a croata Jana Fett, até teve algumas oscilações da sua parte, mas terminou em mais uma vitória em sets diretos, marcando parciais de 6/0 e 6/3.

Na segunda rodada, Swiatek, que já conquistou o título do torneio juvenil no All England Club, em 2018, terá pela frente a holandesa Lesley Kerkhove, que entrou na chave principal como lucky-loser e aproveitou muito bem a chance derrotando na estreia a convidada da casa Sonay Kartal por 2 sets a 1, com placar final de 6/4, 3/6 e 6/1.

Cabeça de chave número 1, a polonesa conseguiu evitar um feito raro em Wimbledon, onde a principal favorita só caiu na estreia em três oportunidades, duas vezes com a suíça Martina Hingis (1999 e 2001) e uma com a alemã Steffi Graf (1994). Iga só perdeu uma vez na primeira rodada de Grand Slam, somando agora 13 vitórias em 14 partidas.

O triunfo conquistado nesta terça-feira foi o 36º consecutivo de Swiatek, que deixou para trás as 35 vitórias seguidas da norte-americana Venus Williams em 2000 e detém agora a segunda maior sequência na WTA desde 1990, empatada com a também norte-americana Monica Seles. Elas ficam atrás apenas de Hingis, que em 1997 chegou a ficar 37 jogos sem perder.

Em seu primeiro jogo na grama da temporada, a número 1 do mundo não poderia esperar por um começo melhor, se aproveitou dos 13 erros não forçados da rival croata, contra apenas quatro seus, para levar com tranquilidade a parcial inicial. Iga anotou três quebras consecutivas, venceu 64% dos pontos com o saque e 63% com a devolução e abriu o jogo com um ‘pneu’ para cima de Fett.

Só que a polonesa se enrolou no começo do segundo set, errou demais e levou um susto de Fett, que obteve quebra logo no primeiro game, perdeu a vantagem na sequência, mas no terceiro voltou a bater o saque da rival. Depois de salvar cinco break-points no quinto game, Swiatek novamente devolveu a quebra, deixou tudo igual em 3/3 e então rumou para a vitória, faturando também os três games seguintes.

Comentários