Notícias | Dia a dia
Kontaveit e Raducanu avançam sem perder sets
27/06/2022 às 14h38

Raducanu atuou pela primeira vez na Quadra Central de Wimbledon

Foto: LTA

Londres (Inglaterra) - Terceira do ranking mundial e segunda cabeça de chave em Wimbledon, Anett Kontaveit venceu pela primeira vez na temporada de grama. A estoniana, que não atuou nos torneios preparatórios nas últimas semanas, superou nesta segunda-feira a norte-americana Bernarda Pera por 7/5 e 6/1.

Kontaveit não vencia uma partida desde o WTA 500 de Stuttgart em abril. Depois disso caiu na estreia em Roma e Roland Garros. Nas últimas semanas, ficou afastada do circuito, enquanto tentava se recuperar plenamente da Covid-19. Ela também fez uma troca de técnico, saiu o russo Dmitry Tursunov e entrou o alemão Torben Beltz.

"Eu estava lutando até o último ponto no primeiro set e tentei seguir em frente, sem me importar tanto com o placar", disse Kontaveit, que chegou a estar perdendo o primeiro set por 5/4, quando Pera sacava para fechar. Mas depois, assumiu o controle da partida e não enfrentou break-point na segunda parcial.

"Amo jogar na grama. É incrível ser a segunda cabeça de chave aqui. Não joguei nenhum torneio preparatório antes, então não teria muito de onde tirar confiança, mas ainda assim estou muito feliz por estar aqui", acrescenta a estoniana, que agora enfrenta a alemã Jule Niemeier, que bateu a chinesa Xiyu Wang por 6/1 e 6/4.

Raducanu vence pela primeira vez na Quadra Central
Grande estrela britânica na chave feminina, a número 11 do mundo Emma Raducanu jogou pela primeira vez na carreira na Quadra Central de Wimbledon. A jovem de 19 anos superou na estreia a belga Alison Van Uytvanck, 46ª do ranking e vinda de um recente título na grama no WTA 125 de Gaiba, na Itália. Raducanu encarou dois sets equilibrados, com games longos e oportunidades para os dois lados, mas venceu por duplo 6/4 em partida com seis quebras e 19 break-points no total.

"É um sentimento especial voltar a Wimbledon. Eu tive muito apoio desde o primeiro dia nas quadras de treino", disse a britânica após a partida. Ela só jogou em Nottingham e abandonou por lesão em uma das costelas. "Sabia que a Alison é uma adversária muito difícil e que teve bons resultados na grama nas últimas semanas. Eu joguei contra ela no ano passado e é muito difícil neutralizar o saque e os golpes mais retos que ela tem".

A próxima adversária de Raducanu em Londres é a francesa Caroline Garcia, 55ª do mundo e campeã do WTA 250 de Bad Homburg no último sábado. Garcia estreou em Wimbledon vencendo a convidada local Yuriko Miyazaki por 4/6, 6/1 e 7/6 (10-4).

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva