Notícias | Dia a dia | Wimbledon
Djokovic vence a 80ª em Wimbledon e faz história
27/06/2022 às 12h08

Londres (Inglaterra) - Assim como aconteceu na temporada passada, o sérvio Novak Djokovic teve uma estreia um pouco mais trabalhosa em Wimbledon e já perdeu seu primeiro set na competição. Rival do cabeça de chave 1 nesta segunda-feira, o sul-coreano Soonwoo Kwon fez um jogo firme, mas não foi capaz de ir além e acabou derrotado por 3 a 1, com placar final de 6/3, 3/6, 6/3 e 6/4, depois de 2h29 de confronto.

Primeiro jogo do torneio na mítica Quadra Central do All England Club, a estreia de ‘Nole’ na competição aconteceu sob o teto fechado por causa da chuva. Invicto no torneio desde 2017, o sérvio manteve a escrita de nunca perder na estreia em Wimbledon e se garantiu na segunda rodada, tendo agora pela frente quem passar do duelo entre o australiano Thanasi Kokkinakis e o polonês Kamil Majchrzak.

Djokovic conquistou sua 80ª vitória no torneio e se tornou o primeiro da história, entre homens e mulheres, a alcançar pelo menos 80 triunfos em todos os Grand Slam. Ele já venceu 85 vezes em Roland Garros, 82 no Australian Open e 81 no US Open. O sérvio é apenas o terceiro a atingir 80 triunfos no All England Club, atrás do suíço Roger Federer (105 vitórias) e do norte-americano Jimmy Connors (84).

Campeão das últimas três edições de Wimbledon, o sérvio tenta se tornar apenas o quarto na história a vencer a competição quatro vezes seguidas, repetindo o feito de Federer, do norte-americano Pete Sampras e do sueco Bjorn Borg. Ele busca a sétima conquista no geral, o que o igualaria a Sampras e ao britânico William Renshaw, ficando atrás apenas dos oito títulos de Federer.

Invicto em estreias no torneio, tendo perdido apenas duas vezes em primeiras rodadas de Slam, ambas na Austrália, em 2005 para Marat Safin e em 2006 para Paul Goldstein, o tenista de Belgrado levou um susto no primeiro set, sofrendo a primeira quebra da partida no terceiro game. Kwon chegou a abrir 3/1, mas depois não resistiu a Djokovic, que venceu cinco games seguidos e tratou de fazer 1 a 0.

Susto maior veio na segunda parcial, na qual o sérvio acabou levando a pior. Kwon elevou seu aproveitamento de saque de 52% para 72% e desta vez não sofreu quebras, salvando os três break-points que enfrentou, todos no quinto game para fazer 4/1, logo após ter batido o serviço de Djokovic. O sul-coreano manteve a vantagem até o final e empatou o confronto.

A partida seguiu equilibrada no terceiro set, que acabou definido com margens mínimas. Djokovic se salvou na única vez que teve o saque ameaçado, no quinto game, e no oitavo aproveitou a primeira chance que teve para quebrar Kwon e em seguida confirmar o seu serviço para voltar a liderar o placar.

Na quarta e última parcial, os dois primeiros games foram movimentados, com uma chance de quebra para Djokovic logo no primeiro e três para Kwon no segundo. Nenhuma delas foi concretizada e a definição veio no quinto game, em que o sul-coreano foi mal com o saque e acabou levando um break de zero. Bastou então ao cabeça de chave 1 em Wimbledon administrar a vantagem até o final para comemorar mais uma vitória no torneio.

Comentários