Notícias | Dia a dia
US Open expande os torneios em cadeira de rodas
22/06/2022 às 22h07

Chaves de simples masculina e feminina terão 16 tenistas cada, com oito duplas. Também foi incluída uma chave juvenil

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Uma demanda antiga dos atletas do tênis em cadeira de rodas foi atendida pela organização do US Open. A edição de 2022 terá mais jogadores da modalidade na chave e também incluiu uma categoria juvenil, novidade entre os quatro torneios do Grand Slam.

As chaves de simples masculina e feminina terão 16 tenistas em cada torneio, o dobro em comparação com a edição passada. Dessa forma, serão necessárias quatro vitórias para conquistar o título. Nas duplas, serão oito equipes em cada chave, e disputa iniciada nas quartas.

A divisão Quad, destinada aos tenistas com perda substancial de função em pelo menos um membro superior, terá oito atletas pelo segundo ano seguido. Os torneios de tênis em cadeira de rodas começaram a ser disputados no US Open em 2005, enquanto a divisão Quad foi incluída no programa em 2007. Novidade para este ano, a categoria juvenil terá oito meninas e oito meninos.

O objetivo da organização do US Open é fornecer a mais jogadores profissionais de tênis em cadeira de rodas a oportunidade de competir no palco do Grand Slam, mas também de ganhar valiosos pontos de classificação e prêmios em dinheiro. Já no caso do torneio juvenil, a ideia é possibilitar aos jovens jogadores da modalidade atuar em um dos um dos maiores palcos do mundo, além de inspirar outros jovens atletas com deficiência.

"A expansão do torneio de cadeira de rodas no US Open e a inclusão de uma categoria Júnior são aprimoramentos inspiradores para um dos maiores eventos em todos os esportes", disse a ex-número 1 do mundo Billie Jean King. "Essas novas oportunidades proporcionam crescimento em vários níveis, permitindo que mais jogadores compitam no US Open e oferecendo mais oportunidades para os fãs desfrutarem do tênis de alto nível".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva