Notícias | Dia a dia
Rune: 'Federer se comportava bem pior que eu'
21/06/2022 às 12h17

Eastbourne (Inglaterra) - Apesar da pouca idade e tempo dentro do circuito, o dinamarquês Holger Rune já acumula algumas polêmicas sobre o comportamento. O caso mais recente aconteceu em Roland Garros, quando discutiu repetidamente com o árbitro e até se envolveu em uma situação desagradável que acabou com sua mãe deixando a arena.

Após a eliminação nas quartas de final do Grand Slam francês, ele mal cumprimentou o norueguês Casper Ruud e depois continuou o drama no vestiário com trocas de acusações entre os rivais escandinavos. Desde então, o jovem defendeu suas ações, alegando que até mesmo o suíço Roger Federer tinha um comportamento ruim no começo de carreira.

“Se você visse Roger Federer quando jovem, ele era talvez 40 vezes pior do que eu. E ele é um dos tenistas mais amados do circuito, então acho que tenho muito tempo para obter uma imagem ainda melhor. Tenho uma paixão extrema por este esporte e às vezes demonstro demais”, argumentou Rune.

“Mas eu tenho 19 anos, ainda sou jovem e trabalho todos os dias para trazer à tona apenas os aspectos positivos da minha atitude e isso é um processo. Vejo isso como diferença e acho ótimo. Se todas as pessoas fossem iguais e pensassem da mesma forma, seria horrível viver neste mundo. É ótimo que você pense o que quiser”, complementou o dinamarquês.

Rune esteve em ação nesta terça-feira pela chave do ATP 250 de Eastbourne e foi derrotado de virada na estreia pelo convidado da casa Ryan Peniston, com parciais de 4/6, 7/6 (7-5) e 6/1. O britânico terá pela frente o vencedor do duelo 100% espanhol entre Alejandro Davidovich Fokina e Pedro Martinez.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva