Notícias | Dia a dia
Bia tem trabalho, supera estreia e vence 11ª seguida
21/06/2022 às 09h31

Eastbourne (Inglaterra) - Cabeça de chave 15 no WTA 500 de Eastbourne, a paulista Beatriz Haddad Maia estreou direto na segunda rodada, abrindo campanha nesta terça-feira contra a estoniana Kaia Kanepi, que havia sido sua última algoz. Só que agora a número 1 do Brasil aproveitou a grande fase e anotou sua 11ª vitória seguida, marcando parciais de 6/4, 3/6 e 6/3, em 2h25 de partida.

Nas oitavas de final, a brasileira tem tudo para desafiar a principal candidata ao título na competição, a espanhola Paula Badosa. Porém, para que este duelo aconteça, a atual número 4 do mundo precisa fazer valer o favoritismo diante da convidada da casa Jodie Anna Burrage.

Campeã em Nottingham e Birmingham, a canhota paulista venceu a 12ª das 15 partidas de três sets que disputou na atual temporada, melhor marca da WTA em 2022. Esta também foi sua sexta vitória seguida contra top 50. Ela levou a melhor em oito dos 10 últimos confrontos contra top 50 e neste ano soma 8 vitórias e 8 derrotas contra rivais deste ranking.

Bia não poderia começar melhor na partida, largando com uma quebra logo no primeiro game. Com aproveitamento de 68% com o saque, a paulista só enfrentou break-points no quarto game, salvando os dois que encarou. Nos demais, ela passou sem sustos e administrou a vantagem até o final para marcar 1 a 0.

Uma leve queda de aproveitamento de serviço para 62% foi o suficiente para fazer a canhota paulista levar a pior na segunda parcial. Desta vez foi Kanepi que teve um bom início e venceu os três primeiros games da disputa. A estoniana ainda perdeu um break no quarto game, para ampliar a diferença, mas se sustentou na frente e empatou o jogo.

No terceiro e decisivo set, o equilíbrio permaneceu e alguns poucos pontos acabaram definindo a vencedora. Depois que cada uma das tenistas salvou dois break-points entre o terceiro e quarto games, no sexto foi a vez de Bia conquistar uma importante quebra para abrir 4/2. 

Fechar o jogo não foi fácil para Bia, que abriu 40-15 no último game, mas então perdeu dois match-points seguidos. Então veio o momento de provação, precisando salvar quatro break-points para evitar uma reação de Kanepi. Na próxima chance que teve de selara a vitória, a paulista enfim conseguiu e definiu sua 11ª vitória consecutiva.

A brasileira fechou a partida com sete aces e quatro duplas faltas, mostrando que forçou o primeiro serviço. Por isso, o acerto foi de 59%, com 63% desses pontos vencidos. Ainda assim, salvou 11 dos 12 break-points que encarou.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva