Notícias | Beach Tennis
Duplas favoritas nas semi femininas do Sand Series
17/06/2022 às 22h33

Os atuais campeões Gianotti e Spoto venceram a segunda partida.

Foto: Marcello Zambrana/ Divulgação

Brasília (DF) - As duplas favoritas garantiram nesta sexta-feira (17) lugar nas semifinais femininas do ITF Sand Series Decathlon Brasília Classic’22, o maior torneio de beach tennis da temporada 2022, que conta com os melhores jogadores do ranking mundial, vindos de 17 países. A parceria número 1 do mundo, das italianas Giulia Gasparri e Ninny Valentini, as cabeças de chave 2, a brasileira Rafa Miiller e a venezuelana Patty Diaz, as também italianas Sofia Cimatti e Nicole Nobile - cabeças 3 - e as atuais campeãs, as brasileiras Vitória Marchezini e Marcela Vita - quartas pré-classificadas - vão em busca das vagas na final. Os jogos começam às 9h, na arena montada na área externa do estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). Gasparri e Valentini enfrentam Marchezini e Vita. E Cimatti e Nobile jogam contra Miiller e Diaz. As semifinais e finais serão realizadas neste sábado (18).

Gasparri e Valentini derrotaram nas quartas de final a alemã Maraike Biglmaier e a espanhola Eva Palos – cabeças 6 – por 6/2 e 6/2. E Vitoria e Marcela passaram pela brasileira Joana Cortez e a italiana Verônica Visani (cabeças 7) por 6/4 e 7/5. Rafa Miiller e Patty Diaz garantiram vaga na semifinal ao vencerem as italianas Veronica Casadini e Giulia Trippa por 6/2 e 6/1, mesmas parciais da vitória de Cimatti e  Nobile diante das compatriotas Sophia Chow e Flaminia Daina - cabeças 5.

"Estamos muito felizes pelo que conseguimos até agora. Sinto que estamos muito bem. E, para a semifinal, temos de estar superpreparadas, focadas desde o início, que será o melhor caminho para levarmos a vitória. Tenho dez anos de carreira, mas nunca perde a emoção, sentindo a mesma adrenalina. Ainda mais com um torneio como este, estrutura cada vez maior, mais pessoas assistindo ao beach tennis", afirma Patty Diaz.

A programação desta sexta na arena começou pela manhã com os jogos das oitavas de final no feminino e, na sequência, no masculino. Entre as mulheres, as favoritas iniciaram o dia vencendo, garantindo vaga nas quartas de final da tarde. As cabeças de chave 1, Gasparri e Valentini, avançaram após ganharem o primeiro set e contarem com a desistência das brasileiras Samantha Barijan e Raquel Iotte: 7/6 e 3/1 (retirada).

Nas vitórias brasileiras, Rafa e Patty marcaram um duplo 6/0 na dupla brasileira Helena Andrade e Brunella Paiva. E as atuais campeãs, Vitória Marchezini e Marcela Vita também confirmaram o favoritismo diante de Isabela Garrido e Isadora Simões: 6/3 e 6/0. Joana Cortez e Veronica Visani passaram pelas brasileiras Livia Blanque e Bruna Goldemann por 6/2 e 6/2.

Já as italianas Cimatti e Nobile garantiram lugar nas quartas de final vencendo as brasileiras Fernanda Firmo e Isabelle Vechi por 6/2 e 6/1. E suas compatriotas Casadini e Trippa derrotaram as também brasileiras Marília Camara e Flavia Muniz - 6/3 e 6/4 -, e Chow e Daina ganharam da dupla brasileira Julia Rocha e Antonia Thompson por 6/2 e 6/0. Completando a rodada das oitavas, Biglmaier e Palos marcaram 6/1 e 6/0 em Julia Cunha e Andressa Konell, do Brasil.

Atuais campeões vencem mais uma no masculino – O italiano Mattia Spoto e o francês Nicolas Gianotti, cabeças de chave 2 e atuais campeões do torneio, garantiram a segunda vitória em Brasília e a vaga nas quartas de final ao derrotarem os brasileiros Leonardo Branco e Daniel Mola por 2 sets a 1, com parciais de 6/1, 4/6 e 10-6. Já os cabeças 1, o espanhol Antonio Miguel Gomes Viera e o italiano Michele Cappelletti – parceiro técnico da Decathlon – venceram os brasileiros Ralff Abreu e Vinícius Chaparro por 2 a 0 – 6/0 e 6/2 – para avançar.

Entre os brasileiros que aparecem como favoritos, ao lado dos destaques do exterior, André Baran, jogando com o russo Nikita Burmakin, como cabeças 3, passou pelos brasileiros Giovanni Cariani e Andres Ludwig por 6/3 e 6/4. Vini Font, ao lado do parceiro italiano Marco Garavini, cabeças 8, venceu a dupla do Brasil fomada por Lucas Cherione e Rodrigo Schaefer por 6/0 e 7/6. Já os brasileiros Victor Gonzaga e Felipe Roman surpreenderam os cabeças 6, os também brasileiros Allan Oliveira e Thales Santos, marcando 6/1, 3/6 e 13-11 para chegar às quartas de final.  E a dupla do Brasil, cabeça 7, Daniel Schmitt e João Wiesinger, foi surpreendida por Ramon Guedez, da Veneuzuela, e Aksel Samardzic: 6/2, 4/6 e 10-8.

Quem também deixou o torneio nas oitavas de final foram os cabeças 4, o italiano Tommaso Giovannini e o francês Theo Irigaray. A vitória foi da dupla Maksimilians Andersons, da Letônia, e Gerard Rodriguez Querol, da Espanha: 7/5 e 6/4. Já a dupla da Itália, Doriano Beccaccioli e Diego Ollettinari, cabeças 5, avançou diante dos brasileiros Rafael Agulha e Airton Macedo: 5/7, 6/1 e 12-10.

As quartas de final: Cappelletti/Viera x Guedez/Samardzic; Andersons/Querol x Font/Garavini; Gonzaga/Roman x Baran/Burmakin e Beccacciolli /Bollettinari x Gianotti/Spoto. Quem vencer disputa as semifinais neste sábado.

No total, incluindo o quali, que classificou quatro duplas no feminino e quatro no masculino para a chave principal, o torneio reúne 120 jogadores no profissional. E conta, ainda, com 400 atletas nas chaves amadoras, vindos de diversos estados brasileiros.

Comentários