Notícias | Dia a dia
Medvedev diz que aprendeu a lidar com as derrotas
16/06/2022 às 21h00

O número 1 do mundo citou como exemplo a recente derrota na final de 's-Hertogenbosch

Foto: Terra Wortmann Open

Halle (Alemanha) - Novo líder do ranking mundial, Daniil Medvedev foi questionado nesta quinta-feira, após sua vitória pelas oitavas de final do ATP 500 de Halle, sobre em quais aspectos ele mais evoluiu ao longo dos últimos meses. Ele a parte mental, especialmente na maneira como lidar com as derrotas, citando como exemplo a recente final do ATP 250 de 's-Hertogenbosch, perdida para o então 205º do ranking Tim van Rijthoven.

"Comecei a me importar um pouco menos. É muito importante encontrar o limite onde parar, porque quando você não se importa nem um pouco é quando você começa a perder partidas e só piora. Mas você não pode viver em função disso. Eu perdi na final na semana passada, mas não posso ficar três dias trancando remoendo isso o tempo todo. Eu apenas perdi uma partida. Acho que em toda a minha a carreira eu fui bem em poder esquecer essas coisas e estou cada vez melhor nisso", avaliou Medvedev.

Jogo duro nas oitavas em Halle 
O atual número 1 do mundo vem de uma difícil vitória sobre Ilya Ivashka, salvando três set-points na primeira parcial, antes de vencer por 7/6 (7-4) e 6/3. Medvedev Não importa o quanto você se sinta confortável, é sempre difícil jogar na grama. Você não tem tantas chances no saque do seu adversário. Acho que no primeiro set eu tive um break-point e um 15-40, mas ele jogou bem. Ele teve três set-points e eu tentei jogar o melhor que pude e depois consegui fechar no tiebreak".

"Ele é um grande jogador. Eu o conheço desde muito jovem, nós jogamos um contra o outro nos futures e challengers. Ele me venceu uma vez na Copa Davis, que é um torneio muito importante. Ele sabe jogar tênis e sabe jogar bem na grama", acrescentou o russo, que agora lidera o histórico de confrontos contra Ivashka por 3 a 1 na elite do circuito. Já em torneios menores, venceu outras três vezes.

"Acho que aqui você pode vencer qualquer um e perder para qualquer um, e talvez seja por isso que algumas pessoas gostem tanto da grama, mas estou feliz por ter vencido", complementou o russo. Medvedev terá um adversário experiente na próxima rodada do torneio alemão em quadras de grama. O número 1 do mundo será desafiado pelo espanhol Roberto Bautista Agut, 20º do ranking, e busca uma vitória inédita em sua carreira. Bautista Agut venceu os três duelos anteriores entre eles, o último em Miami no ano passado. O reencontro será às 9h (de Brasília) desta sexta-feira.

Medvedev também foi questionado se ele sente alguma mudança de tratamento por parte dos adversários desde que assumiu a liderança do ranking. "Acho que vai depender do jogador que estiver em quadra e do meu nível também. Alguns vão ficar um pouco intimidados por estarem enfrentando o número 1 do mundo. Mas se eles perderem, talvez não seja nada de especial. E alguns, pelo contrário, talvez não tenham a melhor confiança no momento, mas podem crescer se vencerem o número 1. Meu objetivo é sempre que entro em quadra apenas ser o melhor jogador possível, e se meu oponente vencer, parabéns e vamos para o próximo".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva