Notícias | Dia a dia
Pliskova e Sakkari vão às quartas, Gauff larga bem
15/06/2022 às 15h50

Pliskova venceu um duelo equilibrado com Andreescu nesta quarta-feira

Foto: Jimmie48/WTA

Berlim (Alemanha) - Um confronto bastante equilibrado definiu a classificação de Karolina Pliskova para as quartas de final do WTA 500 de Berlim, em quadras de grama. Quarta cabeça de chave e número 7 do mundo, a tcheca precisou de três sets e 2h11 para vencer a canadense Bianca Andreescu por 6/4, 2/6 e 7/6 (9-7).

Pliskova marcou sua segunda vitória em três jogos contra Andreescu no circuito e precisou reagir no último set, em que estava perdendo por 5/3, antes de forçar o tiebreak. E apesar de ter ficado muito perto da eliminação, a ex-número 1 do mundo não precisou enfrentar um match-point.

"Bianca é uma adversária super difícil, porque ela pode fazer qualquer coisa em quadra, dá slices, acelera o jogo, saca muito bem e pode vir para a rede. Então eu acho que houve um pouco de tudo neste jogo", disse Pliskova após a partida. Ela agora espera pela vencedora entre a norte-americana Coco Gauff e a chinesa Xinyu Wang.

"Estou super orgulhosa de ter conseguido vencer, porque estava perdendo no terceiro set. Achei que ela estava um pouco melhor no segundo e terceiro sets, mas fiquei lá e lutei e tive minhas chances no final. Você precisa ter sorte, ficar lá e esperar pelas chances. E eu consegui algumas hoje", complementou a experiente tcheca de 30 anos.

Um confronto já garantido nas quartas é entre Maria Sakkari e Daria Kasaktina. Segunda cabeça de chave e número 6 do mundo, Sakkari venceu a australiana Daria Saville por 6/1 e 7/5, enquanto Kasatkina venceu um duelo russo contra Ekaterina Alexandrova por 5/7, 6/1 e 6/1. A grega busca uma vitória inédita contra Kasatkina após quatro derrotas anteriores, uma delas este ano em Madri.

Quem também avançou às quartas foi Aliaksandra Sasnovich. A atual 38ª do ranking venceu a alemã Andrea Petkovic por duplo 6/4. A bielorrussa pode enfrentar a tunisiana Ons Jabeur, principal cabeça de chave do torneio e número 4 do mundo, ou a norte-americana de 21 anos Alycia Parks, 169ª colocada.

Gauff tenta se adaptar à grama após vice em Paris

Finalista de Roland Garros há dez dias, a norte-americana Coco Gauff iniciou sua temporada de grama nesta quarta-feira. A jovem jogadora de 18 anos e agora número 13 do mundo venceu a compatriota Ann Li por 6/2 e 7/6 (7-2). Cada jogadora fez 17 winners, mas Li cometeu 38 erros contra 22.

"Eu não tinha certeza sobre como seria a minha primeira partida na grama. Ainda é difícil para me movimentar, estou me acostumando. É muita diferença entre o saibro e a grama. Eu tentava deslizar para algumas bolas, mas na grama você não pode fazer isso, se não acaba escorregando, como aconteceu no último ponto", disse Gauff após a partida.

"Quando você está com um set de vantagem, a pressão é toda sobre sua adversária. Sabia que no tiebreak eu poderia ganhar alguns pontos de graça e estava muito focada nas devoluções", acrescentou a norte-americana, que terá um confronto inédito contra Xinyu Wang, de 20 anos e 76ª do ranking, nesta quinta-feira.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva