Notícias | Dia a dia
Jabeur e Sakkari lideram chave com 5 top 10 em Berlim
12/06/2022 às 13h56

Jabeur será a principal cabeça de chave do torneio na grama

Foto: Arquivo

Berlim (Alemanha) - A tunisiana Ons Jabeur e a grega Maria Sakkari serão as principais cabeças de chave do WTA 500 de Berlim, que será disputado em quadras de grama na próxima semana. O forte torneio na capital alemã atraiu cinco jogadoras do atual top 10. Além das duas favoritas, também jogam Aryna Sabalenka, Karolina Pliskova e Garbiñe Muguruza.

Número 4 do mundo, Jabeur estreia contra a tcheca Karolina Muchova, ex-top 20 e que está jogando com ranking protegido. A tcheca aparece atualmente no 81º lugar. Quem vencer pode enfrentar a chinesa Qinwen Zheng ou uma tenista vinda do quali. No mesmo quadrante está Garbiñe Muguruza, décima do ranking, que estreia contra a alemã Andrea Petkovic.

Ainda na parte de cima da chave, a tcheca Karolina Pliskova terá estreia dura contra a estoniana Kaia Kanepi. A vencedora pode enfrentar a tcheca Katerina Siniakova ou a canadense Bianca Andreescu, outra com ranking protegido no torneio. Finalista de Roland Garros, a jovem de 18 anos Coco Gauff é a cabeça 7 do evento e estreia em duelo norte-americano contra Ann Li.

Segunda cabeça de chave e número 5 do mundo, Maria Sakkari estreia contra uma tenista vinda do quali. E e se vencer, pode encarar a suíça Jil Teichmann ou outra atleta da fase prévia. O quadrante ainda conta com Daria Kasatkina, que estreia contra a ucraniana Anhelina Kalinina.

Já Aryna Sabalenka estreia contra Veronika Kudermetova. Quem vencer pode encarar a russa Liudmila Samsonova, atual campeã do evento, que enfrenta a eslovena Tamara Zidansek. O quadrante ainda tem a suíça Belinda Bencic, finalista no ano passado, que encara a convidada local Jule Niemeier.

Lisicki cai na rodada final do quali
Convidada para disputar o quali do WTA 500 de Berlim, a ex-número 12 do mundo Sabine Lisicki foi superada na rodada final. Depois de uma vitória no último sábado, a finalista de Wimbledon em 2013 perdeu para a australiana Daria Saville, 104ª do ranking, por 6/0 e 7/6 (9-7). Lisicki tem bons resultados na grama, mas também um longo histórico de lesões. A mais recente foi de ligamento cruzado no joelho esquerdo que a deixou fora do circuito quase 18 meses.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva