Notícias | Dia a dia
Danielzinho fica muito perto de igualar melhor marca
06/06/2022 às 09h33

Miami (EUA) - Destaque entre os brasileiros nas últimas semanas nos challengers, o veterano Daniel Silva por pouco não conseguiu igualar nesta segunda-feira sua melhor marca no ranking. O tenista de 33 anos fez semifinal em Vicenza e depois quartas em Poznan, de onde saiu do quali, ganhando 34 posições com as duas campanhas. Ele agora é o 238º do mundo.

Danielzinho ficou a sete lugares de igualar o 231º posto obtido em maio de 2009, sua melhor marca até então. Nesta semana ele joga o challenger de Bratislava e tem chance de tentar buscar seu ranking mais alto para a próxima semana, mas para isso precisa de pelo menos uma vitória na competição.

Atual número 1 do Brasil e único top 100, o cearense Thiago Monteiro teve uma leve ascensão, ganhou um único lugar e aparece nesta segunda-feira no 99º posto. Segundo do país, o paulista Felipe Meligeni saiu do top 200 com uma queda de 13 colocações, descendo para a 208ª posição.

Logo em seguida vem o também paulista Matheus Pucinelli, outro que perdeu terreno, caindo cinco lugares para chegar à 226ª posição. Já o paranaense Thiago Wild conseguiu recuperar um pouco de terreno e ganhou 15 colocações nesta segunda, mas ainda é apenas o 249º do mundo, bem longe do 106º posto que chegou a ocupar em 2020.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva