Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Ruud nega as acusações de Rune: 'Grande mentira'
02/06/2022 às 18h35

Ruud volta a atuar nesta sexta-feira pela semifinal de Roland Garros

Foto: Divulgação

Paris (França) - Semifinalista de Roland Garros, o norueguês Casper Ruud se defendeu das acusações feitas pelo adversário dinamarquês Holger Rune após o duelo das quartas de final em Paris. Rune havia dito à imprensa de seu país que o rival gritou com ele no vestiário após a partida da última quarta-feira. O número 8 do mundo falou ao canal Eurosport sobre o incidente e negou as acusações.

"O que o Holger falou é uma grande mentira, não aconteceu. Nós estávamos no vestiário depois da partida e obviamente é um vestiário bem grande. Mas estava cada um no seu canto. Eu fiquei um tempo na banheira de gelo e também fiquei ouvindo música e comendo pizza com a minha equipe e depois fomos embora", disse Ruud, nesta quinta-feira.

"Holger estava no canto dele. Então não sei como ele diz que eu gritei na cara dele. É uma pena que ele minta dessa forma. Eu vi os comentários que ele fez, sobre o tipo de jogador que eu sou, mas não vou entrar nessa questão. É a opinião dele. Mas espero que seja a última vez que ele minta e invente histórias", acrescentou o norueguês.

Ruud volta a atuar nesta sexta-feira em Roland Garros. Em busca de uma vaga na primeira final de Grand Slam de sua carreira profissional, o norueguês de 23 anos encara o experiente croata Marin Cilic, dez anos mais velho. Os dois duelos anteriores entre eles foram vencidos por Ruud.

Comentários