Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Rafa tenta ampliar recorde e frustrar nº 1 de Zverev
02/06/2022 às 15h37
Felipe Priante

O duelo entre Rafael Nadal e Alexander Zverev, marcado para as 9h45 (horário de Brasília), abre as semifinais de Roland Garros e verá adversários com aspirações bem diferentes. De um lado, o espanhol tentará ampliar os recordes no torneio e em Grand Slam e do outro o alemão busca dois feitos inéditos.

Atual número 3 do mundo, o germânico está a uma vitória de superar Daniil Medvedev e assumir a segunda colocação no ranking. Olhando ainda mais para frente, Zverev pode sair de Paris como número 1 do mundo. Só que para isso, ele precisa alcançar outro feito inédito na carreira, que seria conquistar seu primeiro título de Slam.

Este tipo de glória já não é novidade para Nadal, que é o recordista entre os homens com suas 21 taças nos quatro principais torneios do circuito. Ele tem a chance de ampliar a vantagem sobre seus dois principais rivais, o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer, ambos empatados com 20. Outro recorde que ele pode aumentar é o de títulos em Roland Garros, tendo a chance de chegar ao 14ª troféu.

Nadal entrará em quadra não apenas com seu histórico quase impecável no saibro parisiense, mas também com a escrita de ter vencido todos os rivais que enfrentou no torneio, batendo todos os 72 jogadores que enfrentou uma vez na competição. Além disso, ele tem vantagem no retrospecto com Zverev, que o desafiará pela primeira vez em Roland Garros, com seis triunfos em nove jogos.

Os dois não se enfrentam há pouco mais de um ano, desde a dobradinha de encontros em Madri e Roma, com vitória do alemão na Espanha e do espanhol na Itália. Derrotado nos cinco primeiros confrontos entre eles, Zverev perdeu quatro dos cinco embates que travaram no saibro, mas já bateu Nadal uma vez em Paris e em uma semifinal, dois anos atrás no Masters 1000 local, só que em piso duro e coberto.

Comentários