Notícias | Dia a dia
Danielzinho não avança e para na semi em Vicenza
28/05/2022 às 08h33

Vicenza (Itália) - Não deu para o paulista Daniel Silva na semifinal do challenger de Vicenza, disputado no saibro e com premiação de 45.730 euros. Depois de uma duríssima vitória de virada nas quartas de final, ele não foi páreo para o argentino Andrea Collarini, que levou a melhor no duelo deste sábado com autoridade, marcando 6/2 e 6/1 em apenas 68 minutos.

Com a campanha desta semana, Danielzinho vai somar 30 pontos no ranking, além de levar para casa premiação de 2.160 euros. Atual 273 do mundo, ele tem grandes chances de conseguir igualar sua melhor marca, já que vai subindo provisoriamente para o 231º lugar, o mesmo que alcançou em 2009 no seu auge dentro do ranking.

Aos 33 anos de idade, o paulista teve um fim de 2021 promissor, mas não começou tão bem em 2022, levando alguns torneios para voltar a engrenar. Seu primeiro grande resultado na atual temporada veio no challenger de Santa Cruz de la Sierra 2, onde furou o quali e foi até a semifinal, fazendo quartas de final semanas depois em Salvador e agora semi de novo na Itália.

Embora venha em bom momento, Danielzinho não fez um bom jogo neste sábado, foi quebrado logo no primeiro game contra Collarini e depois no sétimo, perdendo a parcial inicial por 6/2. No segundo set o resultado foi ainda pior, ele confirmou o serviço no primeiro game e depois amargou três quebras consecutivas, perdendo os seis games seguintes e assim a partida.

Na final de domingo, Collarini terá pela frente quem passar da segunda semi do dia, que será disputada entre dois atletas da casa. De um lado está o italiano Andrea Pellegrino, atual 222 do mundo, e do outro o compatriota Matteo Gigante, que ocupa a modesta 504ª colocação na ATP.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva