Notícias | Dia a dia
Tomic desafia Kyrgios para duelo de US$ 1 milhão
28/05/2022 às 08h03

Sydney (Austrália) - Na última semana, o australiano Nick Kyrgios rotulou o compatriota Bernard Tomic como o “atleta mais odiado da Austrália” e zombou do colega, que não ficou calado e tratou de rebater. Em entrevista ao Sydney Morning Herald, na sexta-feira, ele disse que estava disposto a colocar US$ 1 milhão em jogo se Kyrgios tivesse a coragem de apoiar suas alegações de superioridade.

“No final das contas, falar é barato. Estou pronto para fazer 2 a 0 quando você quiser. Coloque seu dinheiro onde está sua boca. Deixe o público decidir quem é melhor. Eu vou vencê-lo em qualquer lugar, em qualquer quadra. Se não, cale a boca e volte a jogar em duplas. Eu venci você uma vez antes, vou batê-lo novamente quando quiser", disparou Tomic.

“Eu te domino toda vez que jogamos, treinamos e sabemos disso”, acrescentou Tomic, que resolveu ampliar o desafio para além do tênis. “Você diz que é bom no basquete, eu vou te vencer nisso também. No tênis, para não dar desculpas eu até jogo na grama. Quer mais? Vamos resolver isso no ringue de boxe. Coloque suas luvas, eu vou dominá-lo lá também”, disse o australiano.

Kyrgios não poderia deixar barato e tratou de responder o compatriota a altura em sua conta no Instagram. “Ainda estou jogando no circuito e tenho cachorros grandes para enfrentar. Na verdade, estou em um bloco de treinamento de grama agora me preparando para os torneios. Wimbledon e depois o US Open”, começou o atual campeão de duplas do Australian Open.

“Entendo que você está nesse nível future e challengers agora, mas se quer jogar comigo e quer esclarecer isso, é só voltar ao topo do esporte. Estou bem aqui, não vou a lugar nenhum. Ainda sinto que sou elite e ainda estou batendo alguns dos melhores do mundo com bastante facilidade. Estarei esperando por você e se você for capaz de jogar um tênis decente, complementou Nick.

Atual 76 do mundo, Kyrgios não compete desde o ATP 250 de Houston, pulando toda a temporada europeia de saibro. Ele voltará a competir na grama de olho em Wimbledon. Do outro lado, Tomic ocupa no momento o 418º lugar no ranking e tem apenas duas vitórias em cinco eventos disputados em 2022, sendo quatro deles challengers, além do quali do Australian Open.

“Não há necessidade de passar pela mídia e usar meu nome para ser relevante novamente. Vamos apenas ver seus resultados, pare de viver no passado e vamos jogar um contra o outro no circuito. Por enquanto, acho que você tem alguns desafios de vida maiores pela frente. Quanto a colocar as luvas no ringue? Não descarto, talvez um dia quando minha carreira acabar”, finalizou Kyrgios.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva