Notícias | Dia a dia
Fonseca supera favorito e chega às oitavas na Bélgica
24/05/2022 às 19h15

João Fonseca eliminou o 44º do ranking para chegar às oitavas na Bélgica

Foto: Arquivo

Charleroi (Bélgica) - A rodada desta terça-feira teve resultados distintos para os juvenis brasileiros que disputam o ITF J1 de Charleroi, tradicional torneio belga em quadras de saibro e que vale 300 pontos no ranking mundial da categoria. O carioca João Fonseca eliminou um dos favoritos e está nas oitavas de final, enquanto a catarinense Maria Turchetto se despediu da competição.

Fonseca, de apenas 15 anos e 107º do ranking, venceu o norte-americano Alexander Frusina, cabeça 5 do evento e 44º colocado, por duplo 6/3. Esta foi sua segunda vitória diante de Frusina na temporada, repetindo o resultado obtido na República Dominicana. Convidado para o torneio juvenil de Roland Garros, ele já está garantindo 60 pontos no ranking e se aproxima de voltar ao top 100. Seu rival nas oitavas será o japonês Rei Sakamoto.

Já Maria Turchetto, de 17 anos e 164ª do ranking, foi superada na segunda rodada do torneio pela norte-americana Ahmani Guichard, 98ª do ranking, por 6/1 e 7/5. Turchetto está em sua terceira semana no saibro europeu, tendo obtido duas vitórias. Ela recebe 30 pontos por ter superado a estreia e tem como melhor ranking da carreira o 157º lugar.

Nicolas Oliveira avança, Olivia Carneiro cai na estreia
Pelo ITF J3 de Lousada, em Portugal, Nicolas Oliveira está nas oitavas depois de ter avançado duas rodadas. Ele estreou vencendo o português Duarte Mestre por 6/3 e 6/2. Na sequência, eliminou o cabeça 9 do torneio Saveliy Ivanov por 6/2 e 6/1. Seu próximo adversário é o ucraniano Volodymyr Iakubenko, cabeça 5. Outro brasileiro na chave masculina, Pedro Rodrigues ganhou um ITF na mesma cidade na última semana e entra diretamente nas oitavas, enfrentando na quarta-feira o francês Matthieu Chambonniere.

Também convidada para o torneio juvenil de Roland Garros, Olivia Carneiro não passou da estreia em Lousada. A jogadora de 15 anos e 408ª do ranking foi superada pela tcheca Nela Jandova por 6/3 e 7/5. A chave ainda contou com Luiza Eidelvein, que perdeu na última segunda-feira para a norte-americana Patricia Grigoras por 6/2 e 6/0.

Cinco vitórias brasileiras na Bolívia
A terça-feira foi de cinco vitórias brasileiras pelo ITF J3 de Cochabamba, três na chave masculina e mais duas na feminina. Enzo Vargas bateu o boliviano Grover Fernandez por 6/4, 4/6 e 6/2 e terá duelo nacional com Victor Pagotto, que bateu o japonês Shingo Masuda por duplo 6/4. Já Henrique de Brito bateu o argentino Ramiro Toninelli por duplo 6/2 e enfrenta o colombiano Juan David Arias. Por sua vez, Henrique Ushizima perdeu do cabeça 1 peruano Josue Guzman por 6/1, 5/7 e 6/3.

No feminino, Beatriz Guerra fez duplo 6/1 contra a boliviana Melissa Airoldi e encara a equatoriana Valeska Ramirez. Já Julia Bortoluzzi eliminou a anfitriã Laura Cespedes por 4/6, 6/4 e 7/6 (7-5). Sua próxima rival é outra boliviana Ana Fabia Bustillos, cabeça 7. Já Gabriela Felix da Silva perdeu para a tenista da casa Valeria Soria por 7/5, 5/7 e 6/2.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva