Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Wawrinka: 'Ainda não estou no nível que eu queria'
23/05/2022 às 17h11

Campeão de Roland Garros em 2015, Wawrinka não passou da primeira rodada

Foto: Divulgação

Paris (França) - Apesar de seu ótimo hisórico em Roland Garros, com um título em 2015, o vice em 2017 e mais uma semifinal, Stan Wawrinka teve uma participação muito breve na atual edição do Grand Slam francês. O suíço não passou da primeira rodada em Paris, superado pelo francês Corentin Moutet com parciais de 2/6, 6/3 e 7/6 (7-2) e 6/3.

Após a derrota, Wawrinka reconheceu que ainda não retomou o nível que gostaria de ter em seu retorno às quadras. O veterano de 37 anos ficou mais de um ano sem jogar por conta da lesão e de duas cirurgias no pé esquerdo. Há duas semanas, em Roma, conseguiu suas primeiras vitórias em 15 meses.

"Estou bem, mas não tão em forma quanto gostaria. No que diz respeito ao tênis, não estou de volta ao nível que queria. Preciso de mais algumas semanas de treino e preparação física. Estou chegando perto. Em algumas semanas eu devo chegar lá. Eu voltei aos treinos no final de fevereiro, início de março. Sabia que levaria tempo para voltar à competição e retomar o nível em que me sinto bem em quadra", disse Wawrinka após a partida desta segunda-feira em Paris.

"O primeiro set foi bom. Obviamente é uma grande decepção perder em um Grand Slam, mas essa é a realidade da minha vida agora. Eu sabia antes da partida que precisava trabalhar muito fisicamente e também no meu tênis. Não estou jogando mal, mas ainda não estou me sentindo bem o suficiente para partidas como essa", acrescentou o ex-número 3 do mundo, que atualmente ocupa o 264º lugar do ranking.

"Esse é o espelho de onde estou agora. Você tem que passar por momentos assim, com partidas ruins e com primeiras rodadas ruins em um Grand Slam. Preciso jogar mais algumas partidas para renovar meus sentimentos em quadra. Eu posso sentir que as coisas estão voltando ao lugar, mas obviamente neste momento estou desapontado por ter perdido. Sei que poderia ter feito melhor", complementou o vencedor de três títulos de Grand Slam.

Wawrinka avaliou o jogo de Moutet, canhoto de 23 anos e 139º do ranking. O jovem francês é o próximo adversário de Rafael Nadal em Paris. "Moutet lutou muito e fez o jogo dele. Ele tem muito talento, é canhoto, e varia bem os golpes. É lindo de ver para os fãs, mas é muito complicado de enfrentar. Ele fez seu jogo hoje e foi bem".

Com apenas duas vitórias desde que voltou ao circuito, o suíço também foi perguntado sobre seus planos para a temporada de grama. "Meu plano é jogar em Queen's e Wimbledon, mas vou ter que rever e decidir com minha equipe. Vamos pesquisar depois, porque agora vejo que tenho mais tempo pela frente. Tenho que trabalhar intensamente na minha preparação física e vou falar sobre isso com minha equipe nos próximos dias"

Comentários