Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Zverev vence em ritmo de treino e se livra de Fokina
22/05/2022 às 14h31

Paris (França) - O passo inicial ao sonho do primeiro troféu de Grand Slam e automaticamente ao número 1 do ranking foi dado pelo alemão Alexander Zverev em verdadeiro ritmo de treino. O cabeça 3 fez de tudo um pouco na vitória tranquila sobre o austríaco Sebastian Ofner, saído do qualificatório, e anotou as parciais de 6/2, 6/4 e 6/4.

Zverev obteve no ano passado sua maior campanha no saibro parisiense, com semifinal, e vem de duas boas campanhas: foi à penúltima rodada no Masters de Roma e foi vice de Madri. Seu próximo adversário sai do duelo de segunda-feira entre Dusan Lajovic e Sebastian Baez.

Outra boa notícia para Sascha foi a queda prematura do espanhol Alejandro Davidovich Fokina. Ele venceu o primeiro set por 6/2, mas depois levou dura virada do bom holandês Tallon Griekspoor, que marcou 6/0, 6/4 e 6/3 nos sets seguintes. Dono de forehand agressivo, ele aguarda quem passar entre Brandon Nakahsima e Kamil Majchrzak.

Isner, Khachanov e Fognini avançam
O gigante norte-americano John Isner ganhou três tiebreaks nos quatro sets que disputou na estreia, tirou Quentin Halys e terá pela frente outro francês, Gregoire Barrere. Com 27 aces num jogo de apenas três quebras de serviço, Isner anotou o placar de 7/6 (7-3), 4/6, 7/6 (7-1) e 7/6 (8-6). Já Barrere chegou a estar atrás por 2 sets a 1 antes de tirar o japonês Taro Daniel, por 3/6, 6/2, 0/6, 6/3 e 6/4.

Outros dois cabeças confirmaram. O russo Karen Khachanov tirou o quali português Nuno Borges, por 6/3, 2/6, 6/4 e 6/4, e cruzará com o boliviano Hugo Dellien, responsável pela eliminação de Dominic Thiem. Já o holandês Botic van de Zandschulp perdeu set para o russo Pavel Kotov, outro oriundo do quali, por 6/3, 3/6, 6/3 e 6/2, tendo agora interessante desafio contra o veterano Fabio Fognini, que jogou três bons sets e tirou o australiano Alexei Popyrin, 6/4, 7/5 e 6/4.

Por fim, o uruguaio Pablo Cuevas deu uma aula de saibro para o norte-americano Jenson Brooksby, cabeça 31, e anotou contundentes 6/2, 6/1 e 6/2. Tem chance de ir mais adiante já que encara o esloveno Aljaz Bedene, que superou o australiano Christopher O'Connell, 6/2, 6/4, 6/7 (5-7) e 6/1. Este é o quadrante do atual campeão Novak Djokovic.

Comentários