Notícias | Dia a dia
Alcaraz disputa com Djokovic favoritismo para Paris
19/05/2022 às 17h59

Londres (Inglaterra) - O mundo do tênis sabe o quão é difícil ganhar o primeiro troféu de Grand Slam, principalmente quando se é um novato no circuito e se encara os maiores campeões da história do tênis.

Mas as bolsas de apostas estão otimistas de que a sensação Carlos Alcaraz pode desbancar tanto Novak Djokovic como Rafael Nadal do trono do saibro. Com 19 anos recém-completados, ele está muito bem cotado para este Roland Garros e é fácil confirmar sua ascensão. Confira todos os sites de apostas e as odds para o Grand Slam que se aproxima.

Alcaraz disputará apenas seu sexto torneio de Grand Slam e o segundo Roland Garros. Soma no total oito vitórias nesses maiores torneios do calendário, números infinitamente inferiores aos de Nadal, recordista com 21 troféus de Slam e 13 no saibro em Paris, e de Djokovic, com 20 no geral e dois em Roland Garros, onde é ainda o atual campeão.

Ainda assim, ele está muito próximo da cotação de Djokovic, que hoje está com índice de 2,62. Alcaraz vem muito próximo, com 2,75, já à frente do próprio Nadal, que paga 3,25 vezes o valor apostado no momento. O quarto nome na lista é Stefanos Tsitsipas, com 6,5.

Outros nome de peso do circuito podem ser considerados verdadeiras 'zebras'. Alexander Zverev é o terceiro do ranking mas sua cotação está 15 para 1. à frente de Casper Ruud (19) e de Dominic Thiem e Daniil Medvedev (21). Outro jovem promissor, Jannik Sinner paga 26 vezes e Andrey Rublev, 34.

Momentos distintos
Os três grandes favoritos para Roland Garros chegam a Paris em situações muito distintas. Campeão já de cinco torneios na temporada, Alcaraz conquistou seguidamente Barcelona e Madri e assim preferiu descansar e ficar fora do Masters de Roma, disputado na semana passada.

Ele havia torcido o pé nas quartas de final de Madri, jogou com dores as rodadas finais e preferiu se tratar e se preparar melhor para Paris. As vitórias sucessivas sobre Nadal e Djokovic, com atuações espetaculares, e o domínio absoluto em cima do número 3 Alexander Zverev elevaram de vez seu status e desde então ele arrancou nas cotações e se mantém entre os favoritos ao Aberto da França, apesar de ter vencido apenas dois jogos em Paris no ano passado.

Nadal por sua vez chegará em baixa devido aos problemas físico e as dores sentidas por conta da Síndrome de Müller-Weizz que se tornou um problema crônico no pé esquerdo. Eliminado em Roma ainda na segunda partida, mostrou-se muito contrariado com a volta das fortes dores, as mesmas que o prejudicaram seriamente no próprio Roland Garros do ano passado e o tiraram de ação por várias semanas.

Djokovic por sua vez começou mal a temporada de saibro e só conseguiu reagir em Roma, quando enfim mostrou um tênis realmente competitivo. No entanto, não cruzou com Alcaraz nem com Nadal para atingir o sexto troféu no Foro Itálico e fica assim a perspectiva de como irá reagir no eventual reencontro com ambos em Paris. O sorteio da chave desta sexta-feira indicou possíveis duelos contra Rafa nas quartas e com Alcaraz na semi, caso todos avancem em seus quadrantes.

Temporada mágica de Alcaraz
A arrancada do pupilo de Juan Carlos Ferrero começou no Rio Open, em fevereiro, quando se tornou o mais jovem campeão de nível ATP 500 e foi impulsionado já para a faixa dos 20 primeiros do ranking. Encarou de frente Nadal em Indian Wells numa semifinal de grande qualidade e em seguida faturou o Masters 1000 de Miami.

Com pouco tempo de preparação para o saibro, decepcionou em Monte Carlo, onde caiu logo na estreia, mas promete reagir e o fez, faturando Barcelona e Madri seguidamente, o que o levou para o sexto lugar do ranking. A partir daí, muitos especialistas, incluindo Toni Nadal, passaram a enxergam Alcaraz como um dos favoritos ao título de Roland Garros e o maior candidato a substituir Nadal, Djokovic e Roger Federer.

Quando estrear em Paris na próxima semana, estará em busca de sua 29ª vitórias numa temporada em que perdeu apenas três vezes. Com 3.460 pontos somados em 2022, também estará disputando o primeiro lugar no ranking da temporada com Nadal (3.620 pontos) e Tsitsipas (3.490).

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva