Notícias | Dia a dia | Roland Garros
Brasil fica fora do masculino de RG após 49 anos
18/05/2022 às 11h45

Paris (França) - Pela primeira vez em 49 anos o Brasil não contará com um representante na chave masculina de simples em Roland Garros. Com a eliminação do paulista Felipe Meligeni, único que conseguiu vencer uma no quali de Paris, o país verá ruir essa sequência de participações.

Levantamento feito pelo Raquete na Mão em sua conta no Twitter mostra que a última vez que nenhum brasileiro esteve na competição foi em 1973. A partir do ano seguinte, em todas as temporadas ao menos um brasileiro se classificou para o Grand Slam francês.

A sequência começou em 1974 com Thomaz Koch indo às oitavas e Edison Mandarino parando na primeira rodada. Dez anos depois veio o recorde de participações, com 7 tenistas na chave: Cássio Motta, Carlos Kirmayr, Julio Góes, João Soares, Marcos Hocevar, Givaldo Barbosa e Eduardo Oncins.

Em contrapartida, foram nove as oportunidades em que somente um representante nacional defendeu as cores do Brasil em Paris: Thomaz Koch (1977), Carlos Kirmayr (1978), Fernando Meligeni (1995), Marcos Daniel (2007), Rogério Silva (2013), Thomaz Bellucci (2014) e Thiago Monteiro (2019, 2020 e 2021).

Comentários