Notícias | Dia a dia
Iga: 'É difícil assimilar tudo o que está acontecendo'
15/05/2022 às 16h58

Roma (Itália) - Jogadora do momento na WTA, a polonesa Iga Swiatek não sabe mais o que é perder. Ela venceu suas últimas 28 partidas e faturou cinco títulos seguidos, o mais recente deles neste domingo ao bater a tunisiana Ons Jabeur na final do WTA 1000 de Roma. A número 1 do mundo comemorou muito a nova conquista e falou sobre sua incrível fase no circuito.

“É difícil assimilar tudo o que está acontecendo. Estou muito orgulhosa de mim mesma. Para ser sincera, no início do torneio eu não sabia se poderia manter a sequência de vitórias, se conseguiria vencer aqui. Estou muito feliz pelo que consegui e por ter focado neste objetivo ao longo da semana”, comentou Swiatek, que defendeu com sucesso o título conquistado no ano passado no Foro Itálico

“Sabia que seria muito difícil repetir o título aqui, mas acho que a chave de tudo o que estou conquistando é que, apesar de vencer, não estou mudando nada. As condições têm sido um pouco difíceis e estou orgulhosa por ter conseguido me adaptar. A celebração de hoje foi uma das mais emocionantes para mim, porque me livrei de todos os nervos e tensões que acumulei”, falou Iga.

A polonesa prefere adotar cautela ao falar sobre suas chances em Roland Garros, pois sabe que a caminhada é longa e difícil. “Honestamente, vou continuar fazendo o mesmo de antes. Obviamente será muito difícil vencer novamente em Paris, mas agora não quero focar nisso. Quero ir passo a passo e fazer as coisas bem e no devido tempo”, comentou a líder do ranking.

Sobre a sequência de títulos, ela destaca a confiança que vem acumulando. “A verdade é que é algo incrível, joguei muito bem durante todo esse tempo, principalmente nas duas últimas partidas. Eu estava muito confortável em quadra e muito segura de mim mesma. Senti que estava jogando meu melhor tênis e acho que isso me ajudou a vencer”, comentou Swiatek, que deu poucas chances a Jabeur no jogo.

“Foi uma partida muito boa. Com 4/2 e 0-40 no segundo set, estava um pouco apressada, pois comecei a fazer jogadas muito ruins. Ela se saiu muito bem porque tentou tirar vantagem da minha situação de nervosismo. Felizmente consegui virar o placar naquele game e acho que foi um momento chave da partida”, finalizou a número 1 do mundo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva