Notícias | Dia a dia
Em grande fase, Swiatek acredita que o céu é o limite
14/05/2022 às 19h08

Roma (Itália) - Invicta há 27 partidas, a polonesa Iga Swiatek vai disputar neste domingo às 8h (horário de Brasília) sua quinta final consecutiva. A vaga na decisão do WTA 1000 de Madri veio com uma vitória contundente sobre a bielorrussa Aryna Sabalenka, na qual a número 1 do mundo mostrou força do primeiro ao último ponto, não dando muitas chances à rival.

“Meu nível de concentração foi constante durante toda a partida . Talvez no segundo set eu tenha ficado mais instável no final. Estou muito feliz por ter aprendido as lições nos jogos anteriores. Em outras partidas, senti que estava deixando minhas adversárias voltarem um pouco e desta vez quis pressionar do início ao fim”, analisou a polonesa.

Iga sabe que vem fazendo algo grande, mas revela que não parou muito para refletir sobre sua sequência. “Nos torneios em que jogamos dia após dia, não temos tempo para comemorar vitórias. Imediatamente após terminar a partida já temos que pensar na próxima. É bastante difícil, mas sei que depois ficarei muito orgulhosa de mim mesma. Sinto que posso realmente acreditar agora que o céu é o limite”.



A adversária da polonesa na final será a tunisiana Ons Jabeur, outra que vive bom momento com suas 11 vitórias seguidas e o título em Madri na semana passada. Swiatek venceu o primeiro duelo entre elas, mas depois perdeu as duas últimas e agora tentará empatar o retrospecto.


“Vi muitos jogos dela na quadra dura no final da temporada passada, quando tentava marcar pontos para o WTA FInals. Para mim é a mesma situação todos os dias porque temos poucos torneios no saibro e é impossível conhecer o jogo de todos eles. Ons é uma jogadora bastante complicada com todos os slices e dropshots, mudando de ritmo”, comentou a líder do ranking.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva