Notícias | Dia a dia
Shapovalov: 'Foi difícil ver Rafa sofrendo e com dor'
12/05/2022 às 22h51

Shapovalov comentou sobre os problemas físicos sofridos por Nadal no fim do jogo

Foto: Giampiero Sposito

Roma (Itália) - Algoz de Rafael Nadal nas oitavas de final do Masters 1000 de Roma, Denis Shapovalov reconhece que foi muito difícil ver o espanhol sofrendo com problemas físicos na reta final da partida desta quinta-feira. Nadal revelou que voltou a sentir dores no pé esquerdo, por conta de sua lesão crônica no escafóide, que o tirou de quadra durante o segundo semestre da temporada passada.

"Foi difícil vê-lo com dor no final da partida. Eu nunca quero ver isso, especialmente com uma lenda como Rafa. Espero que ele esteja bem. Ele fez muito para o nosso esporte e espero que ele fique em forma e pronto para ir para Roland Garros. Ele vem ganhando tanto neste ano e acho que foi difícil para ele parar de jogar e pegar leve. Parece que está um pouco desgastado fisicamente. Espero que não seja nada muito sério", disse Shapovalov, após a vitória por 1/6, 7/5 e 6/2 sobre Nadal após 2h37 de partida.

"Acho que ele foi superior no primeiro set e também no início do segundo. Ele estava apenas me dominando, jogando super sólido. Sinceramente, não mudei muito o jeito de jogar. Eu apenas tentei ficar no jogo. Meio que me libertei depois que confirmei o saque no início do segundo set. Consegui me libertar e jogar solto a partir de então, elevei um pouco meu nível. Ele cometeu alguns erros e isso me ajudou a voltar ao jogo", acrescentou o canadense, agora enfrenta o norueguês Casper Ruud nas quartas.

Shapovalov, de 23 anos e 16º do ranking, marcou apenas sua segunda vitória em seis jogos contra Nadal no circuito. Mas no ano passado em Roma, ele chegou a ter match-points. E no início da temporada, levou o espanhol ao quinto set durante o Australian Open.

"Acho que um ano ou dois atrás eu não conseguiria virar esse jogo. Isso é algo em que estou trabalhando, além de ficar mentalmente mais calmo na quadra", comentou o canadense. "É extremamente difícil virar um jogo principalmente contra o Rafa. Mas você ganha experiência toda vez que joga contra esses caras. Eu aprendi no ano passado quando eu tive match-points contra ele, mas ele jogou grandes pontos depois disso. Acho que a experiência foi enorme para mim hoje".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva