Notícias | Dia a dia
Gauff bate Kerber na estreia, Badosa conhece rival
09/05/2022 às 19h17

Gauff foi semifinalista da edição passada do torneio em Roma

Foto: Divulgação

Roma (Itália) - Em duelo de gerações pela primeira rodada do WTA 1000 de Roma, a norte-americana Coco Gauff levou a melhor sobre a alemã Angelique Kerber e avançou na competição disputada nas quadras de saibro da capital italiana. Gauff, de apenas 18 anos e número 15 do mundo, marcou as parciais de 6/1 e 6/4 em 1h10 de partida.

Gauff foi semifinalista da edição passada em Roma, tendo eliminado grandes nomes como Maria Sakkari e Aryna Sabalenka, além de ter contado com a desistência da então número 1 do mundo Ashleigh Barty. Sua única algoz seria Iga Swiatek, que terminaria a semana como campeã. De olho em mais uma boa campanha, a norte-americana agora enfrenta a vencedora entre a compatriota Madison Brengle e a ucraniana Marta Kostyuk.

Já Angelique Kerber sofreu sua sexta derrota seguida no circuito e ainda não venceu na temporada de saibro, depois de também ter sido eliminada na estreia de Stuttgart e sofrido duas derrotas na Copa Billie Jean King. Ex-número 1 do mundo, a alemã de 34 anos aparece atualmente no 19º lugar do ranking. Suas vitórias mais recentes aconteceram em Indian Wells.

Definidas as rivais das favoritas em Roma
O primeiro dia de jogos em Roma foi de definição das primeiras adversárias de algumas das favoritas ao título. Entre elas está a espanhola Paula Badosa, segunda cabeça de chave e número 3 do mundo. Ela estreia contra Aliaksandra Sasnovich, 50ª do ranking, que venceu Veronika Kudermetova por 3/6, 7/6 (7-4) e 6/1.

A também espanhola Garbiñe Muguruza, cabeça 8, estreia contra a cazaque Yulia Putintseva, que bateu a eslovena Kaja Juvan por 7/5, 4/6 e 7/5. Já a terceira favorita Aryna Sabalenka, número 4 do ranking, será desafiada pela chinesa Shuai Zhang, que bateu a italiana Martina Trevisan por 6/4 e 6/2. Ainda nesta segunda-feira, a suíça Belinda Bencic venceu a italiana Elisabetta Cocciaretto por 6/4 e 6/2. Sua próxima rival pode ser a norte-americana Amanda Anisimova ou a tcheca Tereza Martincova.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva