Notícias | Outros
Cadeirantes: Brasil encerra Copa com saldo positivo
08/05/2022 às 20h17

Time feminino se classificou para 2023.

Foto: Lucas Balduíno/ CBT

Vilamoura (Portugal) - A Copa do Mundo de Tênis em Cadeira de Rodas chegou ao fim neste domingo em Portugal. O Time Brasil BRB, composto por quatro equipes, encerrou a participação com saldo positivo: dois times conseguiram a classificação automática para a próxima edição da competição, e a equipe de quad conseguiu um terceiro lugar histórico para o esporte paralímpico nacional.

As categorias feminina e quad conseguiram se classificar para a Copa do Mundo de 2023 pelos resultados alcançados na competição atual. As mulheres terminaram a competição no oitavo lugar, depois da derrota para a Alemanha por 2 jogos a 1 no último confronto realizado no sábado.

Na categoria quad, o Brasil teve o seu melhor resultado da história em categorias adultas. A equipe composta por Ymanitu Silva, Leandro Pena e Augusto Fernandes, com Vinicius Cyrillo como treinador, terminou com a medalha de bronze. Na fase de grupos, eles venceram por 3 partidas a 0 todos os adversários: Grã-Bretanha, Estados Unidos e Israel. Depois da derrota para África do Sul (2 a 0) na semifinal, o Brasil voltou a bater os Estados Unidos na disputa pelo terceiro lugar (2 a 0). 

"Esse é um momento único para o tênis em cadeira de rodas do Brasil. Isso é o resultado do trabalho que está sendo bem desenvolvido pela Confederação Brasileira de Tênis em parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro e também com as federações estaduais. Temos atletas aqui de vários estados, o que mostra que o TCR está bastante disseminado no Brasil. Cada degrau que a gente sobe, passamos a pensar mais alto. Então, vamos trabalhar mais, nos esforçar mais, investir mais para desenvolver ainda mais o nosso esporte", destaca Jesus Tajra, vice-presidente da CBT.

Neste domingo, as categorias masculina e júnior fecharam a competição. No masculino, a equipe perdeu para o Sri Lanka por 2 a 1. Rafael Medeiros foi superado por Gamini Mudiwanselage (6/3 e 6/3) e Daniel Rodrigues venceu Dharsena Ranjan por 6/2 e 7/5. Nas duplas, os asiáticos levaram a melhor por 6/2 e 7/5. Assim, o time acabou a competição no 14º lugar e precisará disputar o qualifying para buscar a vaga para o Mundial de 2023.

No júnior, a equipe terminou o torneio na oitava colocação. Neste domingo, Vitória Miranda, de apenas 14 anos, perdeu para Lily Lautenschlager, dos Estados Unidos, por duplo 6/3 e Jade Lanai ganhou de Charlie Cooper por 6/3 e 7/5. Nas duplas, Arthur Dantas e Lorenzo Godoy foram superados por Charlie Cooper e Maylee Phelps por 6/7, 6/3 e 10-7.

Nesta edição da Copa do Mundo, apenas cinco nações competiram com equipes em todas as categorias. Além do Brasil, estão com equipes completas Holanda, Japão, Estados Unidos e Grã-Bretanha.

Holanda e Japão faturam a Copa do Mundo - A Holanda conquistou seu oitavo título masculino da Copa do Mundo de Equipes, neste domingo, em Vilamoura, depois que Ruben Spaargaren e Tom Egberink venceram em dois sets para selar a vitória por 2 a 0 sobre a Espanha pelo segundo ano consecutivo.

No feminino, o Japão se tornou o quinto país a conquistar o título da Copa do Mundo, no sábado, derrotando a 32 vezes campeã Holanda, desfalcada da nº 1 do mundo Diede de Groot, por 2 jogos a 0 em uma disputa cheia de reviravoltas.

Na categoria júnior, a Austrália conquistou seu segundo título, neste domingo, derrotando por 2 a 1 a Grã-Bretanha.


Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva