Notícias | Dia a dia
Nadal enaltece Alcaraz e é otimista sobre o futuro
06/05/2022 às 16h48

Retornando de lesão, Nadal elencou pontos positivos de sua participação em Madri

Foto: Corinne Dubreuil/ATP

Madri (Espanha) - Apesar da eliminação nas quartas de final do Masters 1000 de Madri, Rafael Nadal deixa a competição otimista a respeito de seu futuro no circuito. Ele enalteceu a grande atuação de seu jovem algoz de 19 anos Carlos Alcaraz e elencou pontos positivos de sua participação no torneio.

"Ele foi melhor do que eu em vários aspectos da partida. Assim como eu preciso melhorar em vários aspectos do jogo. Eu aceito isso naturalmente, com calma e segurança, sabendo que há um longo caminho pela frente", disse Nadal após a derrota por 6/2, 1/6 e 6/3 em 2h28 de partida.

"É uma derrota fácil de digerir nesse sentido, porque eu sabia o que esperar aqui. Por isso não tiro nenhum mérito do Carlos. Parabéns a ele. Ele está jogando muito bem e espero o melhor para ele pelo resto do torneio", comenta o espanhol, que agora tem 2 a 1 no histórico de confrontos contra o compatriota.

"Carlos pode perfeitamente ganhar o torneio. Quando a adrenalina sobe, ele é praticamente imparável. Em alguns momentos ele comete erros, mas isso é lógico porque ele joga com muito risco. É o jeito dele de jogar e, nesse sentido, acho que ele tem o nível para vencer qualquer jogador do circuito", complementou Nadal, já projetando as chances de Alcaraz conquistar o título em Madri.

Este foi o primeiro torneio que Nadal disputou desde Indian Wells. Ele ficou seis semanas fora das competições por conta da fratura em uma das costelas. De volta ao circuito, superou o sérvio Miomir Kecmanovic e o belga David Goffin. "A leitura do torneio é que joguei três partidas com quase nenhuma preparação. Essa é a realidade. Eu disse antes do torneio que seria uma semana difícil".

"E apesar de ter perdido para um dos jogadores em melhor forma no circuito, até tive minhas oportunidades. Joguei por 2h30 hoje. Este é um resultado positivo. A partir daqui, estou apenas olhando para frente com otimismo. Sigo feliz e animado. Veremos o que acontece. Você tem que acreditar", comenta o veterano de 35 anos.

O próximo compromisso de Nadal é o Masters 1000 de Roma, já na semana que vem, mas seu principal objetivo é estar 100% para a disputa de Roland Garros, em busca de seu 14º título em Paris e do 22º Grand Slam. "Eu digo honestamente que o meu único sonho é estar em Paris saudável o suficiente e fisicamente bem o suficiente para competir no mais alto nível possível".

"Se isso acontecer, eu sei que é um torneio que tenho jogado bem muitas vezes na minha carreira. Conheço muito bem o lugar e posso ser competitivo novamente e me dar mais uma chance. Este pode ser um sonho para mim".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva