Notícias | Dia a dia
Bia precisa de 3 sets para vencer e alcançar a semi
06/05/2022 às 08h43

Saint Malo (França) - Deu trabalho, mas a paulista Beatriz Haddad Maia conseguiu superar as quartas de final no WTA 125 de Saint Malo. A número 1 do Brasil precisou de três sets e 2h33 para derrotar a norte-americana Claire Liu, atual 86 do mundo, fechando o jogo com parciais de 7/5, 3/6 e 6/2. O resultado serviu de revanche para Bia, que havia perdido da rival no ano passado em Newport Beach.

Quarta mais bem cotada ao título, Bia terá pela frente nas semifinais a vencedora da partida entre a norte-americana Madison Brengle e a belga Maryna Zanevska, respectivamente as cabeças de chave 1 e 5 no saibro francês.

Atual 65 do mundo, a brasileira deverá ganhar pelo menos mais duas colocações com a campanha até então desta semana, que rende 57 pontos. Bia, que tem 30 pontos a descartar, vai subindo provisoriamente para o 63º lugar, pode chegar no top 60 se for para a final e atingirá sua melhor marca da carreira em caso de título. O torneio dá 160 pontos à campeã e 95 para a vice.

A partida foi bem equilibrada nos três sets, cada um definido com somente uma quebra de diferença. Na primeira parcial, Bia salvou dois break-points no quarto game e mais três no oitavo até conseguir uma quebra, que veio apenas no 11º e penúltimo. Ela então sacou para fechar e venceu o game de zero.

Bia largou na frente no segundo set e logo de cara abriu 2/0. Contudo, a canhota paulista não manteve o ritmo até o final, perdeu o saque depois no quarto game e sofreu nova quebra no oitavo. Sem ter mais um break-point sequer, ela viu a rival norte-americana levar a melhor e empatar o confronto.

No terceiro e decisivo set, a brasileira novamente foi a primeira a quebrar, conseguindo bater o saque de Liu no quarto game, para em seguida fazer 4/1. A vantagem não apenas foi sustentada até o fim, mas acabou ampliada com nova quebra no oitavo e último game, no qual Bia teve três match-points e fechou o jogo no terceiro.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva