Notícias | Dia a dia
Goffin duvidou se voltaria a jogar no mesmo nível
05/05/2022 às 09h28

Madri (Espanha) - Próximo adversário do espanhol Rafael Nadal no Masters 1000 de Madri, o belga David Goffin contou em entrevista ao site da ATP que chegou a duvidar de si após sofrer uma lesão no joelho que o obrigou a encerrar mais cedo a temporada de 2021. Ele voltou no começo da atual temporada, mas demorou para conseguir recuperar a confiança em si mesmo.

Campeão em Marrakech semanas atrás, o belga contou que o título foi crucial para colocá-lo de volta ao eixo. “Significou muito. Tive momentos difíceis no ano passado, primeiro com meu joelho, que me forçou a terminar a temporada em agosto”, disse o ex-número 7 do mundo, que atualmente é apenas o 60º colocado no ranking e que teve que furar o quali para jogar em Madri

“No início deste ano, estava lutando com meu jogo. Meu joelho me incomodou em Sydney, tive que desistir contra o (Andy) Murray. Havia muitas coisas na minha cabeça. ‘Será que meu joelho nunca mais seria o mesmo? Isso está afetando minha movimentação? Fiquei mais lento?' Eu me perguntava se algum dia voltaria a ser o mesmo”, comentou Goffin.

“Todos os dias você tem sentimentos diferentes em sua cabeça. Um dia você tem uma ótima sessão e está se sentindo bem e no dia seguinte se sente cansado e não está sentindo a bola e acha que está lento. Um dia você entra em pânico e então no outro se sente forte e que logo estará de volta”, acrescentou o belga de 31 anos.

Goffin contou que o mais duro na volta foi recuperar a confiança. “Leva tempo e você tem que confiar no processo e essa foi a parte mais difícil. Você tem que acreditar na sua equipe. Depois de Sydney, comecei a me sentir mais confiante nos treinos e academia. Comecei a jogar um bom tênis e a confiança voltou, jogo após jogo”, disse o tenista de Rocourt.

“Depois chegou o saibro, que costuma ser um período bom e importante para mim. Em Marrakech, venci uma batalha e depois outra e depois a confiança cresce. Ganhar um título significou muito, ainda mais depois daquele período difícil”, complementou o belga, que enfrentará Nadal pela sétima vez e buscará sua terceira vitória, a primeira na terra batida.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva