Notícias | Dia a dia
Djokovic precisa passar estreia para manter o nº 1
02/05/2022 às 09h13

Madri (Espanha) - Líder do ranking por mais uma semana, o sérvio Novak Djokovic entrará em quadra no Masters 1000 de Madri sob o risco de perder a ponta para o russo Daniil Medvedev, que está ausente por ainda se recuperar da cirurgia de hérnia.

Djokovic defende nesta semana 500 pontos do título conquistado em 2019 em Madri (regra dos 50% que vingou durante o pandemia), enquanto Medvedev vai perder apenas 90. Como a distância entre eles atualmente é de 320 pontos, o russo começa a semana provisoriamente na liderança do ranking e forçará o sérvio a ganhar sua partida de estreia para se manter na ponta.

Se Djokovic superar Gael Monfils ou o convidado Carlos Gimeno, ele garante esses 90 pontos e empata com Medvedev por 7.990. Nole então assegura a permanência no número 1 porque leva vantagem no primeiro critério de desempate, que é a soma dos Grand Slam, Masters e Finals das últimas 52 semanas.

A menos que tenha grande campanha e chegue à final de Madri, o sérvio continuará muito ameaçado na próxima semana no Masters 1000 de Roma, onde defende 600 pontos pelo vice-campeonato do ano passado, enquanto Medvedev precisa repetir somente 10.

Para chegar em Roland Garros como número 1, Djokovic precisa somar o máximo nos dois Masters, já que perderá 250 pontos na semana anterior ao Grand Slam francês pelo título do segundo ATP 250 em Belgrado que conquistou em 2021.

Zverev e Nadal lutam pelo número 3
Outra disputa que agitará Madri será a briga entre Alexander Zverev e Rafael Nadal pelo terceiro lugar do ranking. O alemão defende o título do ano passado e portanto 1.000 pontos, enquanto o espanhol precisa repetir 180. Com isso, Rafa pode ultrapassar Zverev caso some nesta semana 165 pontos a mais que Zverev.

Ainda afastado devido à cirurgia na mão, o italiano Matteo Berrettini tem pequena vantagem de 140 pontos sobre Casper Ruud e Carlos Alcaraz e assim poderá perder o atual sétimo posto.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva