Notícias | Dia a dia
Sorribes elimina Osaka e mantém esperança espanhola
01/05/2022 às 16h03

Esta foi a segunda vitória de Sorribes em quatro jogos contra Osaka no circuito

Foto: Mutua Madrid Open

Madri (Espanha) - No jogo que encerrou a segunda rodada do WTA 1000 de Madri, a espanhola Sara Sorribes entrou em quadra com a missão de manter as esperanças de título para a torcida da casa, após as eliminações precoces das top 10 Paula Badosa e Garbiñe Muguruza. Sorribes, de 25 anos e 47ª do ranking, eliminou a japonesa Naomi Osaka, ex-número 1 e atual 36ª colocada, ao marcar as parciais de 6/3 e 6/1 em 1h26 de partida para chegar às oitavas de final.

Em seis participações na chave principal de Madri, Sorribes chega pela primeira vez às oitavas. E antes de ter superado Osaka neste domingo, ela vinha de vitória sobre a número 15 do mundo e semifinalista do ano passado Anastasia Pavlyuchenkova em três sets. Esta foi a segunda vez que a espanhola conseguiu vencer a japonesa em quatro confrontos entre as duas jogadoras.

Para surpreender Osaka, Sorribes apostou em sua consistência do fundo de quadra e nas variações de golpes, alturas e pesos de bola. A espanhola utilizou muitos slices de backhand e também jogou o forehand com spin mais alto e sem tanto peso. Tudo para tirar o ritmo da japonesa e não deixá-la bater na bola em situações confortáveis.

Osaka acabou cometendo 25 erros não-forçados contra apenas três de Sorribes. Estatística parecida com a de winners, 23 a 3 para a ex-número 1. A única salvação para a japonesa era o saque, que rendeu a ela seis aces, sendo cinco deles no set inicial. Mas com apenas 45% de primeiros serviços em quadra na partida, ela acabou tendo que disputar muitos ralis e acumular cada vez mais erros. Com isso, Sorribes criou nove break-points e conseguiu cinco quebras.

"Acho que joguei muito melhor hoje do que da outra vez. Pude colocar mais bolas por muito mais tempo e, em alguns momentos, não permiti que ela entrasse na quadra e fosse agressiva, enquanto da última vez acho que ela cometeu mais erros não forçados. É verdade que a maneira de jogar em Osaka não vai mudar, mas acho que hoje joguei muito bem", avaliou Sorribes, comparando suas duas vitórias sobre as japonesa.

A espanhola, entretanto, preferiu não se comparar a Badosa e Muguruza, principais esperança de título para a torcida da casa e eliminadas precocemente. "Acho que elas estão em uma posição diferente em relação à minha e são melhores jogadoras do que eu. Atualmente eles têm um ranking melhor e melhores resultados, então eu entendo que elas tenham essa pressão. Do meu lado, apenas tento fazer o melhor possível. Estou em uma posição completamente diferente e não sofri essa pressão".

Duelo com Kasatkina nas oitavas de final
A adversária de Sorribes nas oitavas será Daria Kasatkina, 23ª do ranking, que também eliminou uma top 10. Ela superou a grega Maria Sakkari, número 5 do mundo, por 3/6, 6/3 e 6/1. Com o resultado, Kasatkina mantém seu perfeito retrospecto contra Sakkari, tendo vencido todos os quatro duelos entre elas. Já diante de Sorribes, tem uma vitória e uma derrota.

Outro duelo confirmado para as oitavas será entre a suíça Jil Teichmann, 35ª do ranking, e a cazaque Elena Rybakina, número 18 do mundo. Rybakina liderava o placar contra a tcheca Katerina Siniakova por 6/0 e 1/0 antes de a rival abandonar a disputa. Já Teichmann marcou um duplo 6/4 contra a canadense Leylah Ferandez.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva