Notícias | Dia a dia
Bia Haddad e Laura Pigossi jogam WTA 125 na França
01/05/2022 às 09h31

Bia será a quarta cabeça de chave do torneio em Saint Malo

Foto: Arquivo

Saint Malo (França) - As duas primeiras brasileiras no ranking de simples disputam na próxima semana o WTA 125 de Saint Malo, em quadras de saibro na França. O evento distribui premiação de US$ 115 mil e dá 160 pontos no ranking à campeã. Beatriz Haddad Maia será um dos principais nomes da chave principal, enquanto Laura Pigossi precisa passar por uma rodada do quali.

Bia é a quarta cabeça de chave em Saint Malo. A número 1 do Brasil e 65ª do mundo estreia contra a australiana Maddison Inglis, 126ª colocada, em confronto inédito no circuito. Em caso de vitória, ela pode reencontrar a jovem de 20 anos Kamilla Rakhimova, sua algoz no WTA de Bogotá há três semanas, ou enfrentar uma rival vinda do quali.

A paulistana de 25 anos está no mesmo quadrante da norte-americana Claire Liu, cabeça 7 do torneio, que estreia contra a australiana Astra Sharma. E no mesmo lado da chave está a também norte-americana Madison Brengle, principal cabeça de chave do torneio e número 54 do mundo. Brengle estreia contra a compatriota Lauren Davis e tem nomes como Heather Watson, Monica Puig, Fiona Ferro e Maryna Zanevska pelo caminho.

A segunda favorita no torneio é a polonesa Magda Linette, experiente jogadora de 30 anos e 56ª do ranking, que estreia contra a francesa Jessika Ponchet. Ela pode enfrentar sua compatriota Magdalena Frech, enquanto Anna Kalinskaya e a egípcia Mayar Sherif são possíveis adversárias na semifinal.

Pigossi é cabeça 1 no quali e só precisa vencer um jogo
Já a número 2 do país Laura Pigossi terá que jogar o qualificatório, mas na condição de principal favorita em quadra. A paulistana de 27 anos e 128ª do ranking entra diretamente na fase final do quali e enfrenta nesta segunda-feira, às 6h (de Brasília), a francesa Marine Partaud, 328ª colocada, que bateu a compatriota Mallaurie Noel, 397ª, por 6/4 e 6/3.

"As condições aqui são mais lentas, parecidas com Barcelona", avaliou Pigossi. "Ontem treinei dois sets, e hoje também. Já joguei contra ela algumas vezes, mas faz tempo que não nos enfrentamos. Preciso focar no meu próprio, ser agressiva, tentar comandar o pontos com intensidade".

Quem furar o quali já garante seis pontos na WTA e pode enfrentar Elsa Jacquemot, Diane Parry, Maryna Zanevska ou Kamilla Rakhimova na estreia da chave principal.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva